DF tem terceira maior taxa de infectados por Covid-19 do país, diz estudo da UnB

Levantamento aponta que 34% da população da capital já foi exposta ao novo coronavírus. Rio de Janeiro com 37%, e Mato Grosso, com 36%, aparecem na 1ª e 2ª colocação.

Profissionais de saúde aplicam vacina contra Covid-19 no DF — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

O Distrito Federal tem a terceira maior proporção de infectados pela Covid-19, no ranking nacional. Um levantamento da Universidade de Brasília (UnB), em parceria com outras instituições de ensino do país, mostra que 34% dos moradores da capital já foram expostos ao vírus, até o último sábado (20).

Em primeiro lugar aparece o estado do Rio de Janeiro, com 37% da população infectada, e em segundo Mato Grosso, com 36% (veja tabela abaixo). De acordo com o estudo, a imunidade de rebanho para o vírus é alcançada quando, pelo menos, de 60% a 80% da população já foi infectada, e portanto “ainda muito longe de ser atingida em todos os estados”, dizem os pesquisadores.

No relatório anterior, divulgado em janeiro, o DF possuía a maior taxa do país. À época, os pesquisadores informaram que 20% da população da capital já tinha sido exposta ao novo coronavírus.

Na nova análise, foram incluídas diferentes faixas etárias, “escolhidas de acordo com as taxas de mortalidade”. No último boletim da Secretaria de Saúde, divulgado no domingo (21), o DF confirmou mais 27 mortes e 1.080 novos casos de Covid-19. O total de óbitos chegou a 5.382, e os infectados passaram para 328.902.

Vacinação

A nota técnica divulgada pela UnB também traz um prognóstico para a vacinação contra a Covid-19. No DF a campanha de imunização começou no dia 19 de janeiro.

Segundo a análise, caso a vacina tenha eficácia menor de 70%, é necessário imunizar “rapidamente a maior parte da população”. A conclusão dos pesquisadores é de que imunizar pessoas com idade superior ou igual a 60 anos não é o suficiente para conter a pandemia.

“Na primeira etapa da campanha também é necessário imunizar pessoas que têm maior contato com a população, como professores, motoristas de transporte público, caixas de supermercado e atendentes de bancos”, dizem os pesquisadores.

Conforme informações da Secretaria de Saúde, até domingo (21), Brasília tinha 194.619 pessoas imunizadas com a primeira dose da vacina. Um total de 69.002 já tinham tomado a segunda dose.

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

CLDF: Deputados Distritais aprovam projeto que permite pagamento de impostos por meio da doação de UTIs

Programa de Mobilização e Defesa da Vida permite que contribuinte quite dívidas a partir d…