Vendas reais da indústria crescem 0,8% em 2020 ante 2019, diz CNI

As horas trabalhadas na produção também avançaram 2,5% em dezembro na comparação dessazonalizada com novembro

(crédito: Mercedes-Benz/Divulgação)
Apesar da recessão econômica causada pela pandemia de covid-19 ao longo do ano passado, as fábricas brasileiras encerraram 2020 com alta no faturamento e em ritmo de recuperação na atividade. De acordo a pesquisa Indicadores Industriais, divulgada nesta quinta-feira, 4, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), as vendas do setor cresceram 0,8% em relação a 2019, mesmo com a crise.
Apenas em dezembro do ano passado, as vendas da indústria superaram em 13,2% o volume faturado no último mês de 2019. Na comparação com novembro – considerando os ajustes sazonais – o avanço foi de 1,6%.
“A atividade industrial encerra 2020 com continuidade do ciclo de recuperação da indústria, após a crise gerada pela pandemia”, destacou a CNI.
As horas trabalhadas na produção também avançaram 2,5% em dezembro na comparação dessazonalizada com novembro. Em relação a dezembro de 2019, a alta foi de 9,7%. Ainda assim, devido a forte paralisação do parque industrial no auge da pandemia, as horas trabalhadas no total de 2020 ficaram 4,1% abaixo do registrado no ano anterior.
“Já são oito meses ininterruptos de crescimento nas horas trabalhadas, uma alta acumulada de 38% entre maio e dezembro, mas insuficiente para compensar as quedas de março e abril”, completou a CNI.
Com isso, a Utilização da Capacidade Instalada (UCI) na indústria cresceu 0,7 pontos porcentuais em dezembro e chegou a 80,6% na série com ajustes sazonais. No fim de 2019, a UCI estava em 77,8%.
O emprego no setor também avançou pelo quinto mês seguido, com alta de 0,2% em relação a novembro e estabilidade ante dezembro de 2019. No acumulado do ano, porém, houve uma retração de 2,1% nos postos de trabalho da indústria.
Após dois meses de estabilidade, no entanto, a massa salarial real dos empregados das fábricas voltou a cair em dezembro, com recuo de 0,8% em relação a novembro e baixa de 5,0% ante o mesmo mês de 2019. No acumulado do ano a massa salarial no setor ficou 5,6% menor.
Da mesma forma, o rendimento médio dos trabalhadores industriais registrou quedas de 3,4% ante novembro, de 5,0% na comparação anual, e de 3,7% no acumulado de 2020.
Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Médicos veem flexibilização precoce da quarentena em SP

Eles temem por um novo colapso da rede hospitalar e apontam o risco de um “ciclo sem…