Para 56% dos brasileiros, Bolsonaro é incapaz de liderar o país, mostra Datafolha

Pesquisa aponta ainda que 46% dos entrevistados são a favor do impeachment do presidente e 47% acreditam que ele deveria renunciar.

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta quarta-feira (17/03) mostra que 56% dos brasileiros consideram o presidente Jair Bolsonaro incapaz de comandar o Brasil. O número cresceu em comparação com o levantamento anterior, realizado em janeiro, quando 50% dos entrevistados haviam dito que Bolsonaro não tinha condição de liderar o país.

Já o total de brasileiros que consideram Bolsonaro capaz caiu de 46% em janeiro para 42% em março.

Segundo o Datafolha, os números das avaliações positiva e negativa praticamente se inverteram desde abril de 2020, quando o Brasil ainda vivia o início da pandemia de covid-19. Em abril do ano passado, 52% consideravam o presidente capaz de liderar o país, enquanto 44% o julgavam incapaz.

Entre os grupos que consideram o presidente mais incapaz estão os moradores da região Nordeste (63%), os que ganham mais de 10 salários mínimos (62%) e os que tem curso superior (62%).

Por outro lado, os moradores da região Sul (51%), Norte/Centro-Oeste (49%) e o o grupo dos evangélicos (52%) estão entre os que mais confiam no presidente.

Metade dos brasileiros não quer impeachment

Também segundo o Datafolha, 50% dos brasileiros não querem o impeachment de Bolsonaro e 46% são favoráveis à abertura do processo contra o presidente.

No levantamento anterior, em janeiro, 53% eram contrários à abertura de impeachment e 42% eram favoráveis.

Entre os grupos que mais apoiam o impeachment estão as mulheres (58%), os que ganham entre 5 e 10 salários mínimos (57%), os que recebem de 2 a 5 salários (56%) e os nordestinos (56%).

Por outro lado, a maior parcela contrária à ideia é de moradores da região no Sul (59%) e evangélicos (59%).

A pesquisa também revelou que para 50% da população o presidente não deveria renunciar e, para 47%, sim. Em abril do ano passado, 59% eram contra a renúncia e 37% a favor.

A renúncia é defendida por nordestinos (53%), mulheres (52%), negros (55%) e entre pessoas mais ricas e instruídas (51%). Os maiores grupos contra a renúncia do presidente são os evangélicos (59%) e os moradores da região Sul (57%).

O Datafolha ouviu 2.023 pessoas entre 15 e 16 de março, por telefone. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Reprovação na gestão da pandemia

Na terça-feira, o Datafolha já havia divulgado que a desaprovação à gestão da pandemia de covid-19 pelo presidente Jair Bolsonaro atingiu o maior nível, com 54% dos brasileiros classificando o desempenho dele como ruim ou péssimo.

A reprovação ao trabalho do presidente aumentou seis pontos percentuais em relação aos 48% registrados no levantamento anterior, realizado em janeiro.

Os dez dias com mais mortes diárias desde o início da epidemia foram todos no mês de março. Apesar disso, cerca de um quinto dos ouvidos pelo Datafolha ainda se disse satisfeito, ou seja, acha que a gestão da crise sanitária por Bolsonaro boa ou ótima, mas o percentual caiu de 26% em janeiro para 22%. O índice daqueles que consideram o desempenho do presidente regular ficou praticamente estável, passando de 25% para 24%.

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Entidades médicas lançam protocolo para triagem de pacientes da UTI

Associação Médica Brasileira divulgou nesta sexta-feira (9/4) protocolos que podem ser usa…