Lira detalha o “calendário Brasil” para fazer o país avançar

Presidente da Câmara falou sobre medidas que serão votadas pelo Congresso nas próximas semanas

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), utilizou suas redes sociais, nesta segunda-feira (22), para falar sobre as prioridades da Casa nas próximas semanas. Pelo Twitter, o parlamentar disse que o “calendário Brasil está pronto e vai ser uma guinada na direção [em] que todos queremos“.

Lira afirmou que o trabalho será de “todo o Congresso Nacional” e citou a PEC emergencial, o Orçamento e a reforma administrativa.

Leia o que disse o presidente da Câmara:

O Brasil precisa de ações. E vamos avançar. O Calendário Brasil está pronto e vai ser uma guinada na direção que todos queremos. Um trabalho que não é individual. É de todo o Congresso Nacional:

PEC Emergencial/Pacto Federativo, c/cláusula de calamidade (shut down): votação prevista para quinta-feira no Senado. Aprovada, um marco histórico nas finanças públicas do país. Remetida, desde que ouvidos os líderes democraticamente, c/ tramitação prioritária e votação em março.

Orçamento, c/proposta de desvinculação total de receitas, até 25 de março no Plenário.

Aprovado, após amplo debate e por maioria dos parlamentares, outro histórico avanço. O Brasil e o Congresso recuperam sua capacidade de definir, por si mesmos, suas prioridades orçamentárias.

Março: começa a tramitar a Reforma Administrativa na Câmara. Previsão de aprovação na CCJ. No Plenário, antes do fim do primeiro trimestre. É assim, com união, força e trabalho do Brasil e do Congresso que iremos fazer um país melhor de verdade.

 

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Com vacinação mais lenta, abril projeta mais de 80 mil mortes por covid

Variantes mais agressivas e aumento das mortes entre os mais jovens mostram que distanciam…