Fim das buscas: Polícia Penal recaptura último envolvido na maior fuga da Papuda

Gabriel, mais conhecido como “Frajola”, cumpria pena por tráfico de drogas e corrupção de menores. Ele foi detido na QNR 4 de Ceilândia

Último envolvido na maior fuga de prisão da década da Papuda foi recapturado em Ceilândia – (crédito: Seape-DF)

A Polícia Penal do Distrito Federal prendeu o último preso que participou da maior fuga do Complexo Penitério da Papuda dos últimos 10 anos. O último foragido, Gabriel Nathan da Rocha Bessio, conhecido como Frajola, acabou capturado nesta quinta-feira (1º/4), pelos policiais penais. A fuga envolveu 17 presos do Centro de Detenção Provisória I (CDP I), e ocorreu em 14 de outubro de 2020.

Gabriel cumpria pena por tráfico de drogas, corrupção de menores e posse de entorpecentes. Após intenso trabalho de monitoramento, policiais penais da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape-DF) localizaram o preso na QNR 4 de Ceilândia.

“Desde a primeira recaptura, no ano passado, garantimos à sociedade que não descansaríamos enquanto não devolvêssemos todos os 17 foragidos do sistema prisional. Em pouco mais de quatro meses atingimos nossa meta. Agradeço aos nossos policiais que não mediram esforços para o cumprimento de mais esta missão”, ressaltou o secretário da Seape-DF, Agnaldo Curado.

Em 12 de março, a Polícia Penal recapturou o penúltimo envolvido. Carlos Cauan da Silva Campos estava escondido em Unaí (MG) — distante cerca de 165km de Brasília.

A fuga

As câmeras de vigilância registraram a fuga. Por quatro dias, os internos cavaram um buraco no telhado com o auxílio de uma espécie de faca artesanal, produzida pelo próprio grupo. O monitoramento flagrou o momento em que os custodiados da Cela 4 da Ala C do Bloco 1 saíram por um buraco, e desceram do prédio com o auxílio de uma corda formada por panos, conhecida no sistema prisional como “teresa”.

O Correio revelou, em fevereiro deste ano, que a ação foi comandada por Wanderson da Silva Santos, 22 anos. O criminoso, de alta periculosidade e integrante de uma das maiores facções do país, o Comando Vermelho (CV), do Rio de Janeiro, foi o responsável por planejar, coordenar e orientar a ação.

Ele foi preso dois meses após a fuga, em Caldas Novas (GO) — distante 303km de Brasília — onde levava uma vida de luxo. Em vídeo ao qual o Correio teve acesso, ele aparece andando de jet-ski. Em outras fotos, o jovem ostenta nos clubes aquáticos famosos do município goiano.

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Opositor russo Alexei Navalny anuncia greve de fome

Segundo ele, o motivo da greve é a falta de acesso aos cuidados médicos, além de afirmar q…