Embate com ex-chanceler movimenta redes da senadora Kátia Abreu

Posts tratando da suspeição de Moro em processos envolvendo Lula também movimentaram o ranking FSBinfluênciaCongresso

Congresso (Adriano Machado/Reuters)

O embate com o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo movimentou as redes sociais da senadora Kátia Abreu (PP-TO). A parlamentar, presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, subiu 19 posições no ranking FSBinfluênciaCongresso na última semana e alcançou o 13º lugar.

O ranking, produzido pelo Instituto FSB Pesquisa, mede a popularidade dos parlamentares nas redes sociais.

Além de responder duramente ao ex-chanceler, Kátia Abreu publicou em suas redes mensagens de apoio de colegas senadores, como Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Jean Paul Prates (PT-RN).

No domingo, o ex-ministro sugeriu que os pedidos por sua demissão eram motivados pelo debate em torno da instalação do 5G no Brasil. Segundo ele, a senadora teria lhe sugerido dar um sinal de apoio à China, como forma de reverter o desgaste político pelo qual passava.

O movimento do ex-ministro gerou uma negativa enfática da senadora e forte reação no Senado, o que precipitou sua saída do cargo na segunda-feira.

Ainda em recuperação da covid-19, Lasier Martins (Podemos-RS) foi outro que ganhou destaque online nos últimos dias. Ele avançou 11 colocações e chegou a 9º no levantamento que aponta os 15 integrantes do Senado mais influentes.

Entre seus posts mais comentados está o que critica a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro em processos envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio da Lula da Silva, que obteve mais de 19 mil curtidas e 3 mil compartilhamentos. Seu partido, o Podemos, é o que tem mais nomes no ranking, com quatro integrantes. PT e Cidadania vêm em seguida, com dois senadores na lista cada um.

Câmara

As críticas à suspeição do ex-ministro Sérgio Moro e à forma de aprovação do Orçamento Geral da União 2021 impulsionaram o deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS) no ranking. Publicação sua sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que considerou o ex-juiz parcial teve mais de 16 mil curtidas e 2,8 compartilhamentos. O engajamento o ajudou a ganhar sete posições e atingir o 18º lugar na lista dos 20 mais populares da Câmara dos Deputados em redes sociais.

Outro destaque da semana entre 23 e 29 de março é o deputado Paulo Martins (PSC-PR), que possui forte atuação em redes sociais. Com posts diários, ele comenta temas variados, desde uma suposta interferência estrangeira em questões políticas no Brasil até o raro passeio da filha recém-nascida para ir ao médico. O parlamentar alcançou o 12º lugar no ranking após avançar quatro posições.

Na liderança no levantamento permanecem os deputados do PSL: Carla Zambelli (SP), ocupante absoluta do 1º lugar neste ano; a presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Bia Kicis (DF), em 2º; e Eduardo Bolsonaro (SP), em 3º. O PSL continua a ser o partido com mais integrantes na lista, com seis nomes. O PT vem em seguida, com três representantes.

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Twitter multado na Rússia por se recusar a excluir mensagens que incitaram manifestações

As autoridades russas denunciaram a recusa de várias redes sociais estrangeiras em suprimi…