PUBLICIDADE
sexta-feira, 04/12/20

Presidente do Metrô de SP descarta perdão de dívida de R$ 116 mi da Alstom  

O contrato se refere ao fornecimento de um sistema autônomo de controle dos trens

O presidente do Metrô de São Paulo, Paulo Menezes Figueiredo, descartou na Assembleia Legislativa o perdão de dívidas da Alstom, na casa de R$ 116 milhões.

O contrato se refere ao fornecimento de um sistema autônomo de controle dos trens.

O presidente do Metrô participou de reunião da Comissão de Assuntos Metropolitanos e Municipais da Assembleia Legislativa de São Paulo.

*Informações do repórter Marcelo Mattos- Jovem Pan

 


Veja esses Posts

PUBLICIDADE

Assine a nossa newsletter

Oh, olá 👋,
é um prazer conhecê-lo.

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todos os dias.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Navegue no Site

Culinária