Dois homens ainda balearam outra segurança, que ficou ferida no domingo na Zona Norte de SP. Criminosos seriam clientes que teriam sido expulsos de balada.

A Polícia Civil de São Paulo analisa imagens de câmeras de segurança para tentar identificar dois criminosos armados que atiraram e mataram um segurança de casa noturna e balearam e feriram uma segurança, na madrugada de domingo (18) na Zona Norte da capital. As informações são do Bom Dia São Paulo.

Até a manhã desta segunda-feira (19), a polícia não havia identificado ou prendido suspeitos pelo crime, que teria sido cometido por vingança.

A polícia investiga a hipótese de que os criminosos fossem clientes, que foram expulsos pelos seguranças da casa norturna porque estariam ‘querendo arrumar briga’ dentro da balada. Antes de saírem, eles teriam ‘prometido acertar as contas com a segurança’.

Segurança de casa noturna foi morto na Zona Norte de São Paulo (Foto: Mario Angelo/Sigma Press/Estadão Conteúdo)
Segurança de casa noturna foi morto na Zona Norte de São Paulo (Foto: Mario Angelo/Sigma Press/Estadão Conteúdo)

Mais tarde, dois criminosos armados passaram em frente ao local, na Avenida Conceição, Vila Guilherme. Um deles entrou e disparou. Uma segurança levou um tiro de raspão e ficou ferida. O segurança Aiton Pereira de Araújo, de 52 anos, foi atingido quando estava no hall da boate. Ele acabou socorrido, mas morreu no hospital.

Na fuga, os criminosos bateram o carro contra o muro de uma casa e fugiram a pé. De acordo com a polícia, o veículo foi roubado de um motorista. Segundo a vítima, os bandidos estavam armados e ameaçaram matá-lo se ele não entregasse o automóvel.

O caso está sendo investigado pelo 73º Distrito Policial (DP), Jaçanã. A reportagem não conseguiu localizar os responsáveis pela casa noturna para comentarem o assunto.

Após atirarem em segurança, bandidos fugiram e acabaram batendo o carro (Foto: Mario Ângelo/Sigma Press/Estadão Conteúdo)

Escreva um comentário