A ampla campanha de vacinação lançada no final de dezembro, imunizou cerca de 55% da população israelense, já a na Palestina, apenas 260.713 pessoas foram vacinadas

(crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Israel entregará à Autoridade Palestina um milhão de doses de vacinas contra a covid-19 perto do prazo de validade, após um acordo entre as duas partes – anunciou o governo israelense nesta sexta-feira (18/6).

“Israel firmou um acordo com a Autoridade Palestina e entregará um milhão de doses de vacinas da Pfizer perto da validade e receberá, em troca, as doses que a empresa Pfizer tinha de enviar para a Autoridade Palestina”, afirmou o gabinete do primeiro-ministro e os Ministérios israelenses da Defesa e da Saúde, em um comunicado conjunto.

A Autoridade Palestina, que tem sua sede de governo na Cisjordânia ocupada, ainda não fez comentários sobre esta informação.

“Israel receberá a mesma quantidade de doses da Pfizer (ou seja, um milhão) nos meses de setembro/outubro de 2021 por conta do que estava destinado à Autoridade Palestina”, segundo o comunicado israelense.

“Este acordo pôde ser feito após ter-se constatado que a reserva de vacinas que Israel tem em seu poder responde às suas necessidades atuais”, explicou.

Graças a uma ampla campanha de vacinação, lançada no final de dezembro após um acordo com o gigante farmacêutico Pfizer, cerca de 55% da população israelense, ou seja, mais de 5,1 milhões de pessoas, receberam duas doses de vacina anticovid-19.

Do lado palestino, apenas 260.713 pessoas receberam suas duas doses na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, segundo o Ministério palestino da Saúde.

Escreva um comentário