Ibovespa cai com realização de lucros e perde os 125 mil; dólar bate R$ 5,50

Investidores pausam rali, após bolsas baterem recordes com promessa de trilhões de dólares de estímulos

(Germano Lüders/Exame)

O Ibovespa iniciou a semana em queda, em meio ao clima de realização de lucros no mercado financeiro global, após as principais bolsas de valores alcançarem novos recordes na última sexta-feira, 8, quando a promessa de pacotes de “trilhões de dólares” feita por Joe Biden impulsionou novas altas. No Brasil, o Ibovespa fechou pela primeira vez acima dos 125.000 pontos – região perdida ainda nos primeiros negócios desta segunda-feira, 11.

Em dia de agenda econômica vazia, investidores seguem atentos aos desdobramentos do processo de impeachment de Donald Trump, que pode ter início nesta segunda. Segundo o Financial Times, o Partido Democrata deve pedir ao vice-presidente Mike Pence destitua Trump do cargo por incitar a violência nas manifestações de Washington, realizadas na última quarta-feira, 6.

“A tensão politica aumento nos Estados Unidos, com uma ala dos democratas pressionando republicanos para o afastamento do Trump. Acho que vamos ter períodos conturbados até transição (no dia 20)”, comenta Gustavo Bertotti, economista da Messem

No cenário interno, discussões sobre as eleições para a presidência da Câmara e do Senado ganham cada vez mais espaço nas mesas de negociações, com investidores ponderando como será o cenário para o andamento de reformas e os efeitos fiscais da possível retomada do auxílio emergencial.

“A possibilidade de renovação do auxílio preocupa porque o teto de gastos tem que ser respeitado. O mercado local está muito atrelado ao exterior e não vem absorvendo tanto isso. Mas essa questão doméstica vai começar a fazer preço, ainda mais com o aumento das medidas restritivas”, diz Bertotti.

Em lados opostos na disputa pelo comando da Câmara, o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia, chamou o presidente Jair Bolsonaro de covarde neste fim de semana por segundo a Veja, atribuir ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o atraso para o início da vacinação. Na sexta-feira, 8, a Fiocruz e o Instituto Butantan pediram à Anvisa a autorização do uso emergencial das vacinas desenvolvidas em parceria com a Oxford/AstraZeneca e com a chinesa Sinovac. Segundo Pazuello, na melhor das hipóteses, a vacinação deve começar até o dia 20, e na pior, até o fim de março.

Enquanto a vacina não sai, os números de mortes e infecções por coronavírus voltam aos níveis do pico da doença. No domingo, a média móvel de sete dias de óbitos pela doença superaram a marca de 1.000 pessoas pela primeira vez desde agosto. Em meio ao crescimento do número de hospitalizações, medidas de isolamento foram reforçadas em Belo Horizonte, onde shoppings da Aliansce Sonae e da Multiplan, ambas com capital aberto na bolsa, tiveram que ser fechados para atividades não essenciais.

Com o cenário internacional negativo, o índice Dxy, que mede a variação do dólar contra as principais moedas do mundo, tem a maior alta desde meados de dezembro, subindo 0,44%. O dólar também se valoriza contra moedas emergentes, sendo o real a com maior desvalorização. Rumo à quinta alta consecutiva, o dólar avança mais de 1% contra o real nos primeiros negócios do dia.

“O dólar está sob pressão no nosso mercado, em especial, por ser o “refugio” defensivo dos riscos fiscais que se acentuam continuamente”, comenta em nota Sidnei Nehme, diretor executivo da NGO. Na máxima desta manhã, a moeda americana chegou a ser negociada por 5,5125 reais.

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Ibovespa abre em leve queda com expectativa por ata do Fed e Infra Week

Índices futuros americanos buscam recuperação após sessão de perdas na véspera; dólar cai …