Nesta terça-feira (20), a capital registrou o dia mais seco do ano. A umidade chegou a 13% em Brazlândia, mas também foi baixa nas outras regiões monitoradas pelo Inmet. Confira:

  • Gama: 15%
  • Águas Emendadas (Planaltina): 15%
  • Paranoá: 17%
  • Plano Piloto: 18%

O alerta amarelo é emitido quando há “baixo risco de incêndios florestais e à saúde”. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que para uma boa qualidade do ar, o índice deve ficar em torno dos 60%.

Nesta terça, por exemplo, a capital entrou no estado “laranja”, quando a umidade pode variar entre 12% e 20%. O “vermelho” considera índices abaixo dos 12%.

Previsão do tempo

A meteorologista do Inmet Naiane Araújo explica que, nos próximos dias, o tempo deve continuar seco, mas a tendência é de que os níveis não fiquem “críticos”, diz. “Tivemos influência de uma massa de ar frio de origem polar, que estava no Sul, mas avançou na área central do país”.

De acordo com a especialista, a massa de ar começou a se deslocar do Centro-Oeste, o que deve reduzir a seca. “No fim de semana, principalmente, a umidade não deve ficar tão baixa como nos últimos dias”, comentou.

Frio

Amanhecer em Brasília, nesta quarta-feira (21) — Foto: TV Globo/Reprodução

Amanhecer em Brasília, nesta quarta-feira (21) — Foto: TV Globo/Reprodução

Junto ao tempo seco, o frio predomina na capital. De acordo com Naiane, o tempo gelado deve permanecer, principalmente durante as manhãs.

“As temperaturas ficarão baixas pelo menos até o fim de semana. Não devemos ter grandes mudanças”, comentou.

Nesta quarta, a meteorologista informou que os termômetros registraram a mínima de 11°C durante a madrugada, tempo mais quente do que o registrado na terça-feira, de 6°C. “De qualquer forma, a tendência é de que [o tempo] não vá esquentar”, afirmou.

O tempo frio e seco é característico do inverno na capital. A estação começou em 21 de junho e vai até 22 de setembro.

  • Lavar as mãos com frequência;
  • Usar máscaras de proteção facial;
  • Evitar aglomerações;
  • Manter a hidratação;
  • Aplicar soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar ressecamento;
  • Usar chapéus e óculos escuros para se proteger do sol;
  • Evitar queima de lixo que podem provocar incêndios.

Alerta

Durante o estado de alerta, o Inmet dá algumas orientações aos moradores da capital:

  • Beba bastante líquido;
  • Evite desgaste físico nas horas mais secas (período da tarde;
  • Evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia;

Além disso a Defesa Civil também faz uma série de recomendações durante o período, inclusive para barrar a transmissão de doenças respiratórias, como a Covid-19:

Escreva um comentário