Canadá endurecerá restrições para viajantes do exterior

Quem testar positivo terá que se isolar por 14 dias em instalações designadas pelo governo

O Canadá anunciará, nas próximas horas, um endurecimento nas restrições de entrada no país de viajantes provenientes do exterior e forçará quem chegar de outro país a respeitar uma quarentena em hotéis aprovados pelas autoridades locais. A medida, que foi prevista na última sexta-feira (29) pelo primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, poderia entrar em vigor na próxima quinta-feira (4), segundo a imprensa local.

As autoridades detalharam que aqueles que testarem positivo terão que se isolar por 14 dias em instalações designadas pelo governo. Aqueles com resultados negativos poderão completar a quarentena de 14 dias em casa.

Trudeau também anunciou que as autoridades canadenses começarão a exigir testes PCR negativos antes de embarcar em um avião para o Canadá, obrigando os viajantes a passar até três dias isolados em hotéis enquanto aguardam os resultados.

Além disso, todos os voos internacionais que chegarem ao Canadá a partir de quinta-feira só poderão pousar em quatro aeroportos: Montreal, Toronto, Calgary e Vancouver.

As autoridades da província de Ontário começaram hoje a exigir aos viajantes internacionais que chegam a Toronto, sede de um dos aeroportos mais movimentado do Canadá e um dos maiores da América do Norte, que se submetam a um teste de Covid-19.

Aqueles que se recusarem serão multados em 750 dólares canadenses (R$ 3.182). Os números oficiais mostram que apenas 1,8% de todos os casos de coronavírus na província são causados por viagens internacionais.

A suspensão dos voos entre o Canadá e o México e o Caribe, dois dos destinos turísticos mais populares para os canadenses durante os meses de inverno, também está em vigor desde domingo (31). A medida permanecerá em vigor até o final do mês de abril.

O ministro dos Transportes do Canadá, Omar Alghabra, revelou no domingo à emissora pública CBC que Ottawa considerou suspender todos os voos internacionais, em vez apenas aqueles com o México e o Caribe, mas o governo decidiu não colocar em prática para não prejudicar a chegada ao país de produtos e serviços considerados essenciais.

O Canadá tem mantido sua fronteira terrestre com os Estados Unidos fechada desde o início da pandemia e só permite que cidadãos, residentes e trabalhadores essenciais, tais como motoristas de caminhão transportando produtos considerados necessários para as operações do país, entrem em território canadense.

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Nova York vai pagar auxílio da pandemia a imigrantes sem documentos

O anúncio é feito enquanto um número recorde de migrantes sem documentos cruza do México p…