AstraZeneca deve citar coágulo “muito raro” na bula da vacina, diz Anvisa

Pedido surge após agências de outros países levantarem ressalvas

Vacina produzida pela AstraZeneca, em parceria com a Fiocruz e Oxford. (Anthony Devlin/Getty Images)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pediu à AstraZeneca para que faça alterações na bula da vacina de Oxford. Deverá ser incluido uma advertência sobre possíveis casos muito raros de formação de coágulos sanguíneos.

Produzida pela Fiocruz, no Rio de Janeiro, a vacina caiu sobre escrutínio após a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) considerar acidentes vasculares um “efeito colateral possível”.

“Uma explicação plausível para a combinação de coágulos sanguíneos e plaquetas de sangue baixas é uma reação imunológica, o que causa um problema semelhante àquele visto às vezes em pacientes tratados com heparina”, disse a Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

No entanto, tanto agências locais como a Anvisa, recomendam o uso da vacina porque os benefícios superam os riscos.

Na quarta-feira (7), o órgão consultivo de vacinas do Reino Unido disse que e a injeção de Covid-19 da AstraZeneca não deve ser dada a pacientes com menos de 30 anos.

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Em jantar com empresários, Bolsonaro fala sobre vacinação e reformas

Presidente criticou restrições de atividades decretadas por prefeitos e governadores e foi…