Armamentista será relator de projeto que impede flexibilização de armas

Marcos do Val vai sugerir que propostas sejam retiradas de pauta; se isso acontecer, decretos presidenciais passam a ter validade na próxima semana

Armas: o prazo se encerra na próxima sexta, 12, e até o momento somente Fachin, que é o relator, publicou seu voto (Diego Vara/Reuters)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), colocou o senador armamentista Marcos do Val (Podemos-ES) para relatar quatro projetos apresentados pelo PT que tentam sustar decretos assinados pelo presidente Jair Bolsonaro que flexibilizam as regras para a aquisição de armas no país. A votação dos decretos está prevista para ocorrer nesta quinta-feira, mas Marcos Do Val disse ao GLOBO que vai pedir a Pacheco que os retire de pauta por considerar que o momento não é adequado em função da pandemia da Covid-19. Se não forem derrubados, os decretos entram em vigor na próxima segunda-feira (12).

De autoria de senadores do PT, os projetos sustam quatro decretos assinados pelo presidente Jair Bolsonaro no início do ano que flexibilizaram as regras para a compra de armas, munições e equipamentos para a fabricação de munições caseiras. Um dos decretos aumenta de quatro para seis a quantidade de armas que um cidadão comum pode comprar. Profissionais da segurança pública poderão ter até oito.

No início da semana, o colégio de líderes do Senado chegou a um acordo para incluir na pauta do Plenário a votação dos projetos que tentam sustar os decretos do presidente. A votação está prevista para ocorrer na quinta-feira. Apesar disso, nesta quarta-feira, o relator dos projetos, Marcos do Val, conversou com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para que as matérias não sejam postas em votação.

Carregar Mais Publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.

Veja também

Senado pode ter duas CPIs da Covid? Entenda as estratégias

Governistas querem tirar o foco de Bolsonaro após STF determinar instalação de CPI para ap…