O que era para representar a segurança acabou não tendo representação de poder para a criminalidade. Na tarde de ontem um homem sofreu sequestro-relâmpago ao lado de um posto policial na Candangolândia. Por sorte ele conseguiu escapar ileso de agressões.Os suspeitos andavam juntos e armados na quadra de oficinas. Ao reparar o movimento eles aproveitaram uma brecha e abordaram um homem que estacionava o carro. Porém, após abordá-lo, a vítima aproveitou um momento de distração e fugiu a pé.Ao escapar, ele correu em direção ao posto comunitário da Polícia Militar, porém não havia policiais por lá. Ele então comunicou o ocorrido através do 190 e uma viatura chegou rapidamente. O carrou ainda não foi localizado.

 

Escreva um comentário