O guia turístico Leduíno Ribeiro de Oliveira, de 62 anos, foi detido pelos crimes de estupro de vulnerável e favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual contra dois adolescentes, de 15 e 17 anos.

De acordo com as investigações, o suspeito conseguiu atrair os meninos, um deles portador de deficiência mental, hiperatividade e dislexia, para dentro de seu apartamento, em Copacabana, no Rio de Janeiro, oferecendo roupas. No local, ele mandou os dois experimentarem as peças para contemplar seus corpos e praticar violência sexual.

Segundo o delegado Felipe Santoro, titular da 13ª DP (Ipanema), um dos jovens trabalha como entregador de quentinhas em um restaurante do bairro. No dia 29 de abril, ele teria levado seu primo até a residência de Leduíno. O suspeito, por sua vez, pediu para a dupla retornar no dia seguinte, que ele daria algumas roupas para os adolescentes. Vizinhos do guia turístico acionaram a polícia, que chegou ao local no momento em que os rapazes estavam no imóvel.

Escreva um comentário