• domingo , 27 Maio 2018

Vacinação contra gripe no DF começa com espera de até 4 horas em postos de saúde

Diretora de Vigilância Epidemiológica recomenda calma na procura. DF já recebeu 400 mil doses; veja onde se vacinar.

Fila para vacinação contra a gripe em posto de saúde da Asa Norte, no DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Grandes filas se formaram nas primeiras horas da campanha nacional de vacinação contra a gripeno Distrito Federal, na manhã desta segunda-feira (23).

Na Quadra 21 do Paranoá, a secretária Luciana Gonçalves demorou 4 horas para conseguir vacinar o filho de 4 anos. Ela chegou ao posto às 6h40, mas recebeu a notícia de que as doses ainda não tinham chegado. “A vacina só chegou às 9h30. Meu filho foi vacinado por volta das 10h40, e isso porque eu era uma das primeiras da fila”, disse.

No posto de saúde da 114 Norte, no Plano Piloto, a fila também deu voltas. Desta forma, idosos, pessoas com necessidades especiais e crianças de colo esperassem mais de duas horas para serem atendidas.

“Meu pai tem quatro pontes de safena e está nessa fila imensa. Vou ter que ir embora com ele. É um absurdo deixar essas pessoas no sol, sem ter onde se sentar”, afirmou a professora Cristiane Moreira.

No posto da Quadra 501 do Cruzeiro, a vacinação começou às 7h20, mas as doses acabaram após duas horas. O procedimento foi suspenso e retomado por volta das 10h30. Na QNM 15, em Ceilândia Sul, as vacinas acabaram no mesmo horário.

“O primeiro dia de campanha é sempre mais lotado, porque as pessoas têm pressa de procurar as unidades de saúde”, disse a diretora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, Maria Beatriz Ruy.

“Recomendamos que a população não tenha desespero na procura, porque temos doses suficientes para todo mundo.”

A Secretaria de Saúde informou que as geladeiras dos centros de saúde não comportam muitas doses, e por isso, o reabastecimento será feito diariamente.

Onde se vacinar no DF

Em todo o Distrito Federal, 114 postos de saúde estão habilitados para aplicar a vacina da gripe. O horário de funcionamento é das 8h às 19h.

Até esta sexta (20), 400 mil doses já estavam disponíveis na rede de saúde, informou a pasta. A expectativa é que outras 300 mil sejam recebidas até o fim da campanha.

A campanha de vacinação vai até 1º de junho. A meta da Secretaria de Saúde é imunizar 706,9 mil pessoas ou seja, 90% do público-alvo, considerado mais suscetível ao agravamento de doenças respiratórias.

Moradores de Brasília aguardam vacinação em posto de saúde da Asa Norte (Foto: TV Globo/Reprodução)

O público-alvo para receber as doses gratuitamente no SUS:

  • Pessoas a partir de 60 anos
  • Crianças de seis meses a cinco anos
  • Trabalhadores da área de saúde
  • Professores das redes pública e privada
  • Mulheres gestantes e puérperas
  • Indígenas
  • Pessoas privadas de liberdade (incluindo adolescentes cumprindo medidas socioeducativas)
  • Profissionais do sistema prisional
  • Portadores de doenças que aumentam o risco de complicações em decorrência da influenza

A contraindicação da vacina é para quem tem alergia severa a ovo.

Tipos de vírus

A vacina de 2018 tem a possibilidade de proteger contra três tipos de vírus da gripe: o Influenza A, nas variações H1N1 e H3N2, e o Influenza B. Nesta semana, o Ministério da Saúde informou que o acréscimo da proteção contra o H3N2 acontece após a infecção de 47 mil pessoas no hemisfério norte, em janeiro.

Apesar disso, no Brasil, segundo a coordenadora-geral do programa de imunização do ministério, Carla Domingues, “não há nenhuma evidência que teremos uma circulação forte do H3N2”.

Vacina previne contra H1N1 e H3N2, subtipos do vírus Influenza A, e contra Influenza B (Foto: TV Globo/Reprodução)

Dia D

O Ministério da Saúde afirmou que o Dia D do combate à gripe será em 12 de maio, quando ocorre a mobilização nacional. Neste dia, os 65 mil postos de vacinação do país estarão em funcionamento. A meta, segundo o ministro Gilberto Occhi, é distribuir 100% das doses para todo o público-alvo e, se houver uma sobra de vacina, as demais pessoas serão imunizadas.

 

Veja Também