Assim como no atendimento de outras categorias profissionais, os gestores e entidades representativas dos oficiais de Justiça vão entregar uma lista com os contemplados à Secretaria de Saúde.

Segundo o Sindicato dos Oficiais de Justiça (Sindojus-DF), no sábado (26), as doses serão aplicadas no ponto de imunização da Praça dos Cristais, localizado no Quartel-General do Exército, no Setor Militar Urbano, das 18h30 às 23h.

Em relação à lista de profissionais, o presidente do Sindojus-DF, Gerardo Lima, afirmou, em comunicado, que “no TJDFT, na Justiça Federal e na Trabalhista a questão está resolvida”, e que agora a entidade “tenta também que os Tribunais Superiores encaminhem a relação dos seus oficiais para a Secretaria de Saúde”.

Profissões priorizadas

Entre as profissões citadas no plano nacional de imunização como prioritárias, o GDF já atendeu a maioria, com exceção dos trabalhadores industriais, caminhoneiros, metroviários e trabalhadores de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos – a capital atende apenas garis, mas não tem prazo para catadores de recicláveis.

Na última semana, após o apelo de parlamentares e reuniões com sindicalistas, o governador Ibaneis Rocha (MDB) incluiu bancários no grupo prioritário da campanha, categoria que também não é citada no PNO, além de vigilantes que atuam em escolas e bancos.

Em nota divulgada nesta quarta, a força-tarefa de enfrentamento à Covid-19 do MPDFT cita que o plano do Ministério da Saúde, divulgado no final de maio, atentava que “a vacinação dos grupos prioritários foi planejada de maneira escalonada, visando prioritariamente a proteção dos grupos de maior risco de agravamento e óbito”.

No comunicado, os promotores afirmam que “a força-tarefa quer que a SES garanta a vacinação da população de maneira escalonada e por faixas etárias decrescentes para garantir o cumprimento dos princípios da universalidade e do acesso igualitário à saúde”, e que “o objetivo é impedir a criação injustificada de privilégios para determinadas categorias profissionais”.

Veja categorias já priorizadas pelo GDF na vacinação:

  • Aeroportuários
  • Rodoviários
  • Servidores do Ministério da Saúde e Anvisa
  • Garis do Serviço de Limpeza Urbana (SLU)
  • Trabalhadores de saúde da rede pública e particular de todos os níveis de atenção à saúde e pré-hospitalar
  • Colaboradores de instituições para pessoas com deficiência ou idosos
  • Profissionais de Saúde do Instituto Médico Legal (IML)
  • Biólogos
  • Professores de Educação Física
  • Fisioterapeutas
  • Terapeutas Ocupacionais
  • Fonoaudiólogos
  • Psicólogos
  • Técnicos de Radiologia
  • Técnicos de Enfermagem
  • Médicos Veterinários
  • Profissionais do Serviço Social
  • Farmacêuticos
  • Agentes Funerários
  • Profissionais das forças de Segurança Pública e salvamento
  • Trabalhadores de creches públicas e particulares.
  • Vigilantes de bancos e escolas
  • Bancários

Escreva um comentário