• domingo , 9 dezembro 2018

União vende 12 dos 28 imóveis disponibilizados no DF por R$ 22,4 mi

Apartamento do bloco C da 112 Norte, com área de 137,15 metros quadrados, foi o mais disputado e acabou arrematado por R$ 1.053.000

DIVULGAÇÃO

A venda de sete apartamentos e cinco terrenos no DF rendeu R$ 22.456.992 ao governo federal e ficou acima da expectativa. De acordo com a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, o valor arrecadado é 57% do preço mínimo de todo o edital, que ofereceu 28 imóveis em áreas nobres da capital do país.

No edital anterior, de 2017, a União conseguiu R$ 15,7 milhões com a comercialização dos imóveis. “O mercado imobiliário está se aquecendo e isso nos dá tranquilidade e segurança para lançar novos editais ainda este ano com oferta de imóveis em várias partes do país”, afirmou o secretário do Patrimônio da União, Sidrack Correia.Dos sete apartamentos que receberam propostas, cinco estão na Asa Norte e dois na Asa Sul. O mais disputado, que recebeu cinco ofertas, foi o localizado no bloco C da 112 Norte, com área de 137,15 metros quadrados. Com preço mínimo de R$ 984 mil, ele foi vendido a R$ 1.053.000.

Dos sete terrenos ofertados, apenas dois não receberam propostas. O de maior valor, na Quadra 33 do Guará II, com 2,7 mil metros quadrados, saiu por R$ 7,5 milhões, sendo que o preço mínimo era de R$ 7,3 milhões. Além desse, receberam propostas dois terrenos na QI 9, um na QI 5 e um na QI 26 do Lago Sul.

A homologação do resultado da concorrência pública será no próximo dia 23 de abril. O valor recolhido de caução das propostas que não obtiveram êxito serão devolvido aos participantes na próxima semana. A conclusão do processo de venda desses imóveis deverá ocorrer em até 45 dias, que é o prazo aproximado para a assinatura do contrato com os licitantes vencedores.

Veja Também