A avaliação é do Ranking Global de Temas Acadêmicos – Global Ranking of Academic Subjects (Gras) -, da Universidade Jiao Tong de Xangai

(crédito: Gabriel Bezerra/Divulgação).

A Universidade de Brasília (UnB) está entre as 500 melhores do mundo nas áreas de ciência política, ciências da terra, clínica médica, ecologia, odontologia e saúde pública. A avaliação é do Ranking Global de Temas Acadêmicos – Global Ranking of Academic Subjects (Gras) -, da Universidade Jiao Tong, de Xangai (China).

O Gras ou Ranking de Xangai, como é conhecido, avalia cinco grandes áreas do conhecimento: ciências da natureza, engenharias, ciências da vida, ciências médicas e ciências sociais. Odontologia é a área da UnB mais bem colocada. No tema ciência política, a UnB é a única universidade federal brasileira a aparecer no ranking. As primeiras colocadas neste campo de estudo são as universidades de Harvard, Stanford e Princeton, todas dos Estados Unidos.

“Mesmo em um cenário de contínua e persistente redução orçamentária, o trabalho da comunidade acadêmica é mais uma vez reconhecido”, avalia a decana de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional da UnB, Denise Imbroisi. “Isso significa que permanecemos empenhados em cumprir nossa principal missão institucional: entregar ensino, pesquisa e extensão de excelência à sociedade.”

Aparecer entre as instituições avaliadas no Gras significa que a UnB tem conseguido desempenhar funções importantes, como dar suporte institucional a pesquisadores, explica a decana Denise Imbroisi. “E esse apoio ocorre, por exemplo, com o lançamento de editais para publicação de livros e artigos e editais que tornam possível a participação de nossos pesquisadores em eventos científicos.”

O bom posicionamento da UnB vem em momento crítico no que diz respeito à destinação de recursos públicos para a instituição. Este ano, a verba para custeio da Universidade teve redução de 8,2% e o orçamento de investimento foi zero, pela primeira vez na história. “Ainda assim, os pesquisadores e suas equipes, de técnicos e de estudantes, vêm contribuindo fortemente para fortalecer a pesquisa e a formação de pessoas em alto nível na UnB, defendendo a ciência e mostrando os caminhos de que o país precisa para sair desta crise”, afirma a decana Maria Emília.

Recentemente, a Universidade de Brasília foi avaliada como a nona melhor universidade do Brasil, no QS World University Rankings.

Confira as posições da UnB no Gras:

1. Odontologia (151-200)
2. Saúde Pública (201-300)
3. Clínica Médica (301-400)
4. Ciência Política (301-400)
5. Ecologia (301-400)
6. Ciências da Terra (401-500)

 

Escreva um comentário