• quinta-feira , 15 novembro 2018

Uber quer descobrir se você está bêbado quando entra no carro

O jeito como você usa o smartphone e o aplicativo da empresa pode dizer muito sobre você

São Paulo – Dividir carros na Uber pode ser mais econômico do que as corridas individuais, mas pessoas que beber além do que deveria podem ser um incômodo na sua viagem. Nesta semana, a empresa solicitou a patente de uma tecnologia que analisa padrões de uso do aplicativo para detectar se o passageiro está bêbado, antes mesmo de ele se sentar no banco traseiro do carro.

A inteligência artificial usada pela Uber para criar essa tecnologia verifica itens como erros e a velocidade de digitação, padrões de manuseio do smartphone no dia a dia e a velocidade de deslocamento do usuário quando ele estiver andando.

A combinação de um passageiro alcoolizado vai acontecer com motoristas que já têm treinamento para lidar com esse tipo de situação. As viagens permitidas seriam apenas aquelas com motoristas individuais, ou seja, nada de compartilhar corridas com outras pessoas se você tiver bebido muito.

De acordo com documentos da patente obtidos pela CNN, a tecnologia na qual a Uber tem interesse em registrar nos Estados Unidos pode ser útil tanto para passageiros quanto para motoristas. Os condutores não treinados ou que levam clientes do UberPool (viagem compartilhada com estranhos) não precisariam lidar mais com pessoas bêbadas no carro, enquanto os usuários estariam mais seguros contra abusos ou agressões por parte dos motoristas, situações propícias para problemas desses tipos.

Como trata-se somente de uma patente de tecnologia, é possível que ela exista apenas para fins legais e nunca chegue aos usuários do aplicativo da Uber efetivamente como um recurso útil. Porém, essa, assim como várias outras iniciativas, demonstram o poder que a inteligência artificial pode ter quando está embutida em um app no smartphone.

Veja Também