• segunda-feira , 12 novembro 2018

Trânsito do DF recebe 188 novos ‘pardais’ e 53 câmeras de monitoramento

Aparelhos de fiscalização eletrônica multam excesso de velocidade, direção na contramão e no acostamento.

Equipamentos de fiscalização eletrônica no Distrito Federal (Foto: Natalia Godoy/G1)

O trânsito do Distrito Federal vai receber um incremento de 188 aparelhos de fiscalização eletrônica – popularmente conhecidos como “pardais” – com nova tecnologia para aplicação de multas.

O Departamento de Estradas e Rodagens (DER) também vai instalar 53 câmeras de monitoramento, sendo oito no Buraco do Tatu. O custo para a realização do serviço é de R$ 28 milhões.

A previsão é de que, até o fim de abril, todos os equipamentos sejam instalados em pontos diferentes da capital. No total, serão 628 novos “pardais” na malha rodoviária – 440 deles já existiam e serão substituídos pela tecnologia aprimorada.

Faixa exclusivas da Estrada Parque Taguatinga (EPTG), no Distrito Federa (Foto: Dênio Simões/Agência Brasíli

Na prática, os aparelhos de fiscalização são capazes de identificar não apenas o excesso de velocidade, mas também a direção na contramão e pelo acostamento. Eles também vêm com uma tecnologia de “fiscalização de velocidade média”, que calcula o tempo que o motorista entre dois “pardais” subsequentes.

No entanto, o recurso não será ativado para aplicação de multas, porque ainda não tem autorização da Justiça. “Essa fiscalização ainda não tem amparo legal. Não está regulamentada”, explicou o superintendente de trânsido do DER, Cristiano Cavalcante.

Buraco do Tatu, sobre a DF-002, no centro de Brasília (Foto: Luiza Garonce/G1)

Já as câmeras de monitoramento não têm função de penalização, mas de acompanhamento do trânsito. Os 45 novos aparelhos têm maior alcance e maior resolução, giram 360º e serão capazes de filmar à noite, segundo o DER.

O Pistão Sul e Norte, em Taguatinha, e outras vias que não contavam com câmeras de monitoramento, vão receber os equipamentos. O Eixão Sul e Norte, a EPTG e a EPIA também vão receber novos aparelhos.

Somente no Buraco do Tatu, a passagem subterrânea que interliga os eixões Sul e Norte debaixo da Rodoviária do Plano Piloto, serão instaladas oito novas câmeras. De acordo com o DER, passam cerca de 120 mil veículos por dia no local.

“Por exemplo: se um carro estragou, desligou, parou dentro do Buraco do Tatu, fez alguma conversão indevida, automaticamente é acionado um alarme aqui na nossa central de monitoramento e a gente aciona os nossos agentes que estão na rua”, explicou Cavalcante.

Por causa da instalação, a passagem foi parcialmente interditada a partir desta segunda-feira (9) até sábado (14). Os dois sentidos do Eixão ficam fechados sempre das 23h às 5h. O desvio é feito pelos Eixos W e L.

 

Veja Também