• sábado , 23 março 2019

Tecnologia e batom combinam? Combinam, sim!

A luta para que o mercado de tecnologia se torne mais feminino tem sido travada em diferentes arenas. Conheça algumas das mulheres de destaque nesse segmento no Brasil

Não é de hoje que as mulheres desbravam o mundo da tecnologia: Augusta Ada King, a Ada Lovelace, já atuava na área na década de 1840. Apesar de ainda hoje ser difícil para nós, mulheres, conseguir espaço em alguns segmentos, há quem encare as dificuldades e desbrave cantos escondidos. Neste 8 de março, vamos falar de brasileiras que têm atuado no mercado de tecnologia e, de uma ou outra forma, puxam a fila e incluem outras interessadas nesse universo.

Uma delas é Ariane Parra. Engenheira de formação, ela sempre notou a falta de presença feminina nos ambientes em que passou — para completar, Ariane é gamer e percebia a mesma situação na arena dos jogos. “Ficou claro para mim que o mercado de games precisava da inclusão de mulheres. Eu não queria mais me sentir estranha por gostar de jogos e gostaria de poder dividir isso com outras meninas”, conta.

Veja Também