• sábado , 20 janeiro 2018

TCDF arquiva representação de distritais contra Rollemberg

Parlamentares haviam acusado governador de usar recursos da Agência Reguladora de Águas (Adasa) indevidamente

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) julgou improcedente a representação movida por deputados distritais contra o governador Rodrigo Rollemberg sob alegação de que ele usou indevidamente recursos da Agência Reguladora de Águas (Adasa).

Em 24 de maio deste ano, os deputados Celina Leão (PPS), Wellington Luiz (PMDB) e Raimundo Ribeiro (PPS) entregaram a órgãos de controle externo um pedido de investigação da legalidade do Decreto nº 39.797, de janeiro de 2017.

Nele, de acordo com a interpretação dos parlamentares, o governador autorizou a utilização dos recursos da Adasa, resultantes do superávit registrado pela Agência, sem previsão legal.

No entanto, em decisão unânime, os integrantes da Corte concluíram que o chefe do Executivo local não deve responder pelo crime de improbidade administrativa. A representação foi considerada improcedente e os distritais comunicados da decisão.

Fonte: Metrópoles

Veja Também