• terça-feira , 14 agosto 2018

Rollemberg convidou Frejat para ser candidato ao Senado junto ao PSB

O governador foi até a casa do médico logo após o primeiro anúncio de desistência, em 13 de julho. Frejat viu a tentativa como uma cortesia

Pouco antes de anunciar a desistência definitiva em concorrer ao Palácio do Buriti em outubro de 2018, Jofran Frejat (PR) recebeu em sua casa, no Lago Sul, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB). A visita ocorreu a pedido do chefe do Executivo distrital. “Ele me ligou no dia 13, quando estava pensando em desistir. Depois, veio até minha casa e conversamos. Me convidou para ser senador na chapa dele, mas acho que foi uma cortesia”, afirmou Frejat.

O ex-pré-candidato ao GDF disse ter recebido o apoio de Rollemberg em longa conversa. “Ele queria um concorrente forte, que levasse votos para o grupo dele, mas eu não vou concorrer não”, completou Frejat. Segundo ele, Rollemberg ainda aproveitou o momento para relatar as dificuldades enfrentadas durante sua gestão.

Diante da afirmação de Frejat de que não concorreria ao cargo de governador no pleito de 2018 porque “não venderia a alma ao diabo”, Rollemberg teria desabafado com o ex-secretário de Saúde. “Ele [o governador] disse que enfrentou dificuldades com o desejo de fazer eleição para administradores, que deixou de negociar uns cargos”, contou Frejat.

O médico não lembrou a data específica da conversa, mas recordou ter sido logo após o aniversário do governador, em 13 de julho. À época, ele havia dito pela primeira vez que pensava em abandonar a corrida sucessória ao Governo do Distrito Federal. A confirmação veio nessa terça-feira (24/7), quando o médico anunciou: “Agora não tem mais volta, me desestimularam muito“.

Veja Também