• domingo , 24 março 2019

Procon faz mutirão para solucionar reclamações de telefonia no DF

Multa para empresas que não apresentarem solução para casos comprovados de desrespeito ao consumidor pode chegar a R$ 6 milhões.

A partir desta segunda-feira (11), o Instituto de Defesa do Consumidor do DF (Procon) realiza um mutirão para solucionar reclamações de telefonia. Os processos devem ter iniciado em 2018 ou 2019 contra as empresas Oi, Tim, Claro, Vivo e Sky.

Ao todo, serão 140 audiências de conciliação – entre empresas e consumidores – que foram pré-agendadas. O trabalho vai até sexta-feira (15), Dia Mundial do Consumidor. Além das audiências, o Procon vai analisar 553 novas reclamações até o fim do mês.

Entre os principais problemas dos clientes estão cobranças indevidas, descumprimento de contratos, cancelamentos, não cumprimento da oferta, má prestação do serviço e atendimento via SAC.

A multa para as empresas que não apresentarem solução para casos comprovados de desrespeito ao consumidor pode chegar a R$ 6 milhões. De acordo com o órgão, a empresa reclamada tem 10 dias para apresentar defesa.

Principais reclamações

Telefonia é o tema de maior demanda do Procon-DF, responsável por 25% das demandas de 2018 — Foto: Reprodução/RPC

Telefonia é o tema de maior demanda do Procon-DF, responsável por 25% das demandas de 2018 — Foto: Reprodução/RPC

Telefonia é o tema de maior demanda do Procon no Distrito Federal. O assunto chegou a representar 25% do total de atendimentos no ano passado.

Em 2018, 5,5 mil consumidores procuraram o órgão para reclamar dos serviços de telefonia fixa, móvel ou de TV por assinatura. Segundo o Procon, cerca de 90% das demandas são resolvidas.

O registro de reclamação no Procon-DF é realizado somente de forma presencial. Veja endereços e os documentos necessários no site.

Fonte G1

Veja Também