• sábado , 23 março 2019

Previdência: Onyx diz que proposta vai receber ajustes e contribuições

De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, os governadores apoiaram a medida e devem sugerir alterações

Brasília(DF), 3/1/2019 – Onyx Lorenzoni, Ministro da Casa Civil, fala com a imprensa após a primeira reunião Ministerial de Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. Após a posse presidencial, Jair Bolsonaro se reune com ministros à portas fechadas. Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), que a reforma da Previdência deve receber contribuições e ajustes durante a tramitação no Congresso Nacional. A proposta está sendo apresentada a governadores durante reunião realizada Brasília, com a presença de todos os estados. Além de Onyx, o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi à reunião.

Os governadores estão recebendo muito positivamente [a reforma]. Claro, nós vamos ter que fazer ajustes no texto e evidentemente os governadores com as suas bancadas vão dar sua contribuição. O texto será adequado não apenas no plano federal, mas também para dar a sua contribuição para os estados brasileiros reencontrarem seu equilíbrio”, afirmou Onyx.

A proposta elaborada pela equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, foi entregue pelo presidente Jair Bolsonaro aos parlamentares no Congresso.

É claro que vamos ter que fazer ajustes no texto e evidentemente que governadores com suas bancadas vão dar contribuições para que o texto seja adequado não apenas no plano federal mas para que estados brasileiros reencontrem seu equilíbrio”, afirmou Onyx.
Demandas

Segundo o ministro, o executivo buscou atender às demandas priorizadas pelos estados, como a previsão da securitização de ativos, e, por isso, espera que o possível apoio ao longo da tramitação no Congresso ganhe corpo.

Governadores têm reiterado o cenário de crise econômica e financeira que tem comprometido inclusive o pagamento de salários e apostam na solução do déficit previdenciário para o ajuste de contas e abertura de investimentos.

“Não há nenhuma dúvida de que a escolha que o Brasil fez, já desde as eleições, é que o Brasil pudesse ser uma grande nação. Para isso, precisa resolver a questão previdenciária”, ressaltou Onyx, acrescentando que a aprovação da reforma vai garantir estabilização do país. (Com informações da Agência Brasil)

Fonte Metrópoles

 

Veja Também