• quarta-feira , 17 outubro 2018

Presa dupla que se passou por agentes de saúde para roubar casa no Lago Sul

Crime ocorreu na última quarta-feira (16/5). Apos ser preso, um dos bandidos entregou o comparsa, informou a Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (17/5), duas pessoas que se passaram por agentes da saúde para assaltar uma casa na QI 5 do Lago Sul nesta semana. Um dos criminosos que solicitaram a entrada para uma vistoria de combate ao mosquito da dengue confessou a participação no roubo e informou o local onde estavam os objetos roubados.

Entre os objetos apreendido pela Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri/ PCDF) estão relógios de bolso de coleção desmontados, relógios de pulso, televisores, moedas nacionais e estrangeiras e roupas com escrita da Vigilância Ambiental, utilizadas nas ações criminosas.

O acusado responderá pela prática de crime de roubo com agravante de concurso de pessoas, por restrição de liberdade das vítimas, emprego de arma de fogo e por associação criminosa.

O crime

Depois de um funcionário do imóvel permitir a entrada dos homens em uma casa do Lago Sul, eles fingiram fazer uma análise do ambiente e, antes de saírem, anunciaram o roubo. Neste momento, outros dois comparsas entraram para participar da ação criminosa.

Relógios de bolso de coleção também foram roubados pelos homens disfarçados de agentes de saúde.(foto: Divulgação/ Divicom)

No imóvel, estavam um casal de idosos e três funcionários. Um dos assaltantes, armado, ficou com as vítimas enquanto outro vasculhava a casa e outros dois davam assistência. De acordo com a Polícia Militar, o idoso chegou a ser agredido e jogado no chão, sofrendo um corte na cabeça.

Os homens fugiram no carro das vítimas com vários objetos roubados. Após a saída, os funcionários acionaram a polícia, e o idoso foi socorrido pelos bombeiros e levado ao Hospital da Base Aérea por familiares.

     

    Veja Também