• terça-feira , 14 agosto 2018

Policiais do DF são condenados por cobrar dinheiro para não cumprir mandados de prisão

Dupla cobrou R$ 30 mil para deixar homens livres. Agente pegou 29 anos de prisão e perderá cargo.

Fachada do Departamento de Polícia Especializada da Polícia Civil do DF (Foto: Letícia Carvalho/G1)

O policial civil Marcelo da Costa Souza e o policial militar reformado Jorge Alves dos Santos foram condenados pelo crime de extorsão qualificada pela 1ª Vara Criminal de Samambaia, no Distrito Federal. Cabe recurso.

Segundo a denúncia feita pelo Ministério Público, a dupla ameaçou dois homens e cobrou R$ 30 mil para não cumprir mandados de prisão que estariam abertos contra eles.

Os policiais teriam encontrado as vítimas na Feira Permanente de Samambaia. Dali, as levaram para a sede da Polícia Civil, o Fórum de Brasília e para uma delegacia. No caminho, as intimidaram, pedindo o dinheiro para deixá-las livres.

O policial civil foi condenado a 29 anos e 7 meses de prisão, inicialmente em regime fechado, perdeu o cargo de agente de polícia e terá de pagar multa de R$ 4 mil. Já o militar reformado pegou 22 anos e 12 meses de reclusão, também em regime fechado, e multa de R$ 2,6 mil.

A dupla cumpre prisão preventiva desde o fim do ano passado. A medida foi mantida.

As investigações contra Marcelo e Jorge começaram em junho de 2017. Elas foram lideradas pela Corregedoria da Polícia Civil em conjunto com o Núcleo de Investigação e Controle Externo da Atividade Policial (Ncap) do Ministério Público do DF.

Fonte G1 DF.

Veja Também