• segunda-feira , 21 janeiro 2019

PF prende mulher de 19 anos com 6 kg de skunk no Aeroporto de Brasília

Droga derivada da maconha estava escondida na mala. Passageira saiu de Manaus, fez escala no DF e foi flagrada antes de embarcar para o Rio de Janeiro.

A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta quarta-feira (21), uma mulher de 19 anos que tentava embarcar com 6 kg de skunk no Aeroporto Internacional de Brasília. Segundo a corporação, a droga estava escondida na bagagem.

A passageira foi interceptada enquanto tentava embarcar para o Rio de Janeiro. De acordo com a PF, ela embarcou em Manaus rumo à capital fluminense, mas o voo previa uma escala no Distrito Federal.

Policiais desconfiaram da mulher e decidiram submeter a bagagem dela a uma inspeção. O skunk estava dividido em seis pacotes de 1 kg, enrolados em papel carbono. A droga é produzida em laboratório a partir da Cannabis sativa, e fica “mais concentrada” que a maconha consumida sem processamento.

Mala onde policiais encontraram 6 kg de skunk no Aeroporto Internacional de Brasília — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Mala onde policiais encontraram 6 kg de skunk no Aeroporto Internacional de Brasília

A passageira foi encaminhada à Superintendência da Polícia Federal em Brasília, e vai responder por tráfico de drogas – o crime prevê até 15 anos de prisão, além de multa. A PF não divulgou se ela tinha histórico criminal, e nem se será transferida para Manaus.

No material divulgado à imprensa, a PF e a Receita afirmam que a prisão é fruto de uma “nova metodologia de investigação com intensa troca de informações”.

Veja Também