• domingo , 24 março 2019

Pacote de Moro confirma que crime é pertencer ao PT

Depois de mandar o documento à Câmara, ministro foi internado com fortes dores no braço após um mês e meio passando panos para seus novos chefes

O ministro Sergio Moro (Cristiano Mariz/VEJA)

O ministro Moro apresentou seu pacote anticrime e, ao contrário do que o seu gêmeo bonzinho, o juiz Moro, dizia, afirmou que caixa dois não é corrupção. O ministro credita sua mudança a um despertar espiritual após ler o versículo da Bíblia que Onyx Lorenzoni tatuou no braço.

O pacote foi entendido por juristas como confirmação de que corrupção só pode ser punível por lei se a pessoa é filiada ao PT. Depois de mandar o documento à Câmara, Moro foi internado com fortes dores no braço após um mês e meio passando panos para seus novos chefes.

Fonte Veja

 

Veja Também