• quinta-feira , 21 março 2019

Operação da PCDF prende no DF grupo suspeito de associação com o PCC

Três pessoas do estado de São Paulo foram presas, em Brasília, após furtos e estelionatos. Em cada final de semana, o grupo roubava cerca de R$ 30 mil das vítimas

A Polícia Civil deflagrou a Operação Cartão Trocado e prendeu três pessoas no Distrito Federal suspeitas de associação com a facção criminosa PCC, do estado de São Paulo. O trio, de dois homens, de 29 e 49 anos, e uma mulher, 25, foi detido após investigações de crimes de estelionato e furtos. A cada ação criminosa, eles roubavam cerca de R$ 30 mil das vítimas.

A delegada-chefe da 3ª DP, Cláudia Alcântara, comenta o caso. “Eles se deslocaram para o DF com o único intuito de aplicar golpes em vítimas, geralmente pessoas idosas, que utilizam os terminais eletrônicos de agências”. Segundo informações preliminares, eles agiam enganando pessoas com dificuldade de operar transações e ainda fraudavam os equipamentos dos bancos.
O grupo foi preso em flagrante em uma agência bancária da CLSW 105 do Sudoeste, na manhã do último sábado (8/12). Eles estavam hospedados em um hotel do Setor Hoteleiro Sul, onde foram apreendidas frentes falsas de leitora de cartão bancário, máquinas de cartão, vários aparelhos celulares, um simulacro de carregador de arma de fogo, relógios e R$ 1,5 mil, em dinheiro.

Crimes só no final de semana

O grupo agia com cautela e precisão nas ações criminosas. Além de terem conhecimento técnico para instalarem artefatos para fraudar terminais eletrônicos, eles só entravam nas agências durante sábados e domingos, quando não havia a presença de funcionários, vigilantes e poucos clientes.Segundo a Polícia Civil, eles já possuem antecedentes criminais por crimes de estelionato, praticados em São Paulo e no Rio de Janeiro, e por porte ilegal de arma de fogo. Os três ficaram detidos e estão à disposição da Justiça.
Fonte: Portal Correio Braziliense

Veja Também