• terça-feira , 21 novembro 2017

MST ocupa prédio da Terracap por regularização de terras no DF

Integrantes do movimento pedem regularização de duas terras e a criação do ‘Assentamento Rosely Nunes’. Havia cerca de 50 pessoas no local por volta das 6h50, segundo a Secretaria de Segurança.

Integrantes do MST ocupam prédio da Terracap, em Brasília, por regularização de três assentamentos (Foto: Luiza Garonce/G1

Integrantes do MST ocupam prédio da Terracap, em Brasília, por regularização de três assentamentos (Foto: Luiza Garonce/G1

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) protestam na entrada do prédio da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), na Asa Norte, na manhã desta segunda-feira (16).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, por volta das 6h50 havia cerca de 50 pessoas no local, que bloquearam a entrada de funcionários no prédio.

Por volta das 7h30, os integrantes tentavam negociar uma reunião com o diretor da Terracap, Gustavo Dias Henrique, e o secretário de Agricultura, Argileu Martins da Silva. Eles pedem a regularização dos assentamentos “8 de março” e “27 de setembro” – ocupados desde 2011, segundo manifestantes – e a criação do “Assentamento Rosely Nunes”.

Henrique propôs uma reunião às 11h e pediu, em troca, a liberação do prédio. No entanto, os integrantes do MST disseram que só vão quando a reunião ocorrer e se o secretário, de fato, estiver presente.

Durante a ocupação, os manifestantes pediram “reforma agrária já” e cantaram gritos de ordem. “Estamos em guerra. O lado de lá já decretou. Hoje paga pistoleiro pra matar trabalhador.”

Veja Também