As investigações apuram irregularidades na vacinação contra covid-19 de servidores, agentes e militares das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas do Distrito Federal

(crédito: Governo de Minas Gerais/Divulgação)

O Ministério Público Federal (MPF) apura “fura-fila” na campanha de vacinação contra a covid-19 no Distrito Federal. Segundo o órgão, o inquérito civil apura supostas irregularidades na imunização de servidores, agentes e militares das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas.

O processo foi instaurado em 30 de junho. Funcionários teriam sido vacinados fora dos parâmetros estabelecidos pelo Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. Segundo o MPF, a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e a Secretaria de Saúde confirmaram a vacinação das pessoas investigadas. O processo tramita no 6º ofício da PR-DF.

O órgão já realizou algumas diligências, por ofício, para o Ministério da Saúde e para a Secretaria de Saúde do DF. O MPF aguarda as respostas por parte das pastas. Procurada, a secretaria local informou que responderá ao Ministério Público Federal dentro do prazo estabelecido.

 

Escreva um comentário