• quinta-feira , 14 dezembro 2017

MP denuncia policiais do DF suspeitos de extorsão para deixar alvos soltos

Segundo acusação, eles constrangiam pessoas a entregar dinheiro em troca de não prendê-las. Chegavam a cobrar R$ 30 mil pelo ‘serviço’, afirma MP; defesas não foram localizadas.

Trecho da denúncia do MP (Foto: TV Globo/Reprodução)

O Ministério Público denunciou nesta segunda-feira (4) à Justiça o policial civil e o policial militar suspeitos de extorquir dinheiro de pessoas com mandado de prisão em aberto. De acordo com a acusação, os dois constrangiam pessoas a entregar dinheiro em troca de não prendê-las.

Na denúncia, o MP mostra como os dois agiam. Chegavam a cobrar R$ 30 mil para evitar o flagrante. Eles costumavam atuar no estacionamento da Feira Permanente de Samambaia.

Sede da Corregedoria da PM-DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Um deles é o policial aposentado Jorge Alves dos Santos, de 50 anos, que responde também a cinco procedimentos disciplinares. O outro é o agente Marcelo de Costa Souza, de 34 anos, que trabalhava na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV).

O MP pede que a prisão temporária dos dois seja convertida em preventiva. Ou seja, prorrogar o tempo de prisão de cinco dias para um período indeterminado.

A operação para prendê-los foi feita no dia 29 de novembro, pela Corregedoria da Polícia Civil, em conjunto com o Núcleo de Investigação e Controle Externo da Atividade Policial (Ncap) – do Ministério Público do DF. O assunto segue em sigilo.

Pátio da DRFV (Foto: TV Globo/Reprodução)

Veja Também