• domingo , 24 março 2019

Moradores de São Paulo já podem usar as bicicletas elétricas da Yellow

O serviço está disponível a partir desta segunda-feira, 11 de março. Sistema de compartilhamento continua como ‘dockless’, ou seja, sem estação para retirada e devolução das bikes.

A partir de de segunda-feira, 11, os paulistanos passam a contar com o serviço de compartilhamento de bicicletas elétricas da Yellow. A exemplo das bicicletas padrão, o sistema de compartilhamento continua como “dockless”, ou seja, sem estação para retirada e devolução das e-bikes.

Caso você não saiba, as bicicletas elétricas são aquelas que permitem percorrer distâncias sem muito esforço, pois depois que o motor é acionado, as bikes se movimentam utilizando uma carga de energia.

Onde encontrar as e-bikes da Yellow

No início, a Yellow atuará apenas em São Paulo, capital, nos moldes já utilizados pelos patinetes elétricos, com uma área total de 21 quilômetros quadrados. Confira o mapa abaixo:

Reprodução

As bikes elétricas estarão disponíveis em pontos privados, pertencentes a parceiros da Yellow, sendo que elas podem ser usadas das 8 às 21 horas. A empresa disponibiliza todas as manhãs as bicicletas elétricas nesses locais; já o usuário pode encerrar a corrida em um desses pontos ou em qualquer local da área de atendimento, em locais onde o estacionamento de bicicletas é permitido (paraciclos e vagas comum de veículos, perpendicularmente ao sentido da via).

No final do dia, a Yellow recolhe as bicicletas para recarga, manutenção e limpeza. E na manhã seguinte, as disponibiliza novamente para uso nos pontos privados.

Como pagar pela corrida

A empresa inicia a operação de bikes elétricas com o preço de R$5,00 para o desbloqueio, mais R$ 0,40 a cada minuto de uso.

As corridas podem ser pagas com cartão de crédito e dinheiro. Os créditos para uso das bicicletas poderão ser comprados em dinheiro em bancas de jornal e lojas, entre outros estabelecimentos parceiros espalhados pela cidade, como lanchonetes, que vão receber o valor em espécie e transferir, na hora, o montante para o app do usuário, como já acontece com as recargas de celular.

Para desbloquear uma e-bike da Yellow, se faz necessário o uso conjunto do aplicativo, disponível para Android e iOS. Com ele, será possível escanear o QR Code na parte traseira da bike e iniciar a corrida.

Sobre as e-bikes

As bikes elétricas da Yellow não possuem acelerador, mas têm pedal assistido, um sensor que ativa o auxílio do motor conforme detecta as pedaladas.

De acordo com Ariel Lambrecht, um dos fundadores da Yellow, “o ciclista vai sentir o pedal mais leve e a velocidade será alcançada com facilidade”. Segundo ele, o processo é similar ao das outras bikes ou patinetes elétricos da empresa.

A velocidade máxima das bikes elétricas é de 25 km/h e os equipamentos possuem campainha, sinalização noturna dianteira, traseira e lateral e espelhos retrovisores, conforme resolução do Contran. Diferente das bicicletas comuns, o uso de capacete é obrigatório para este tipo de veículo. Como a empresa não oferece um capacete, para utilizá-las, você terá que levar o próprio Acessório.

Fonte Olhar Digital

Veja Também