• segunda-feira , 18 fevereiro 2019

Jiboia de um metro e meio é resgatada em quintal de casa no Lago Sul

Como o animal não apresentava nenhum dano físico, foi solto no habitat natural, longe do perímetro das residências

A cobra tinha um metro e meio e foi encontrada em uma moita, no jardim da casa
(foto: PMDF/Divulgação)

Uma jiboia de um metro e meio surpreendeu os moradores de uma casa no conjunto 28 A, do Lago Sul. Enquanto avô e neto brincavam na área externa de casa, nesta segunda-feira (21/1), o animal resolveu fazer uma visita e apareceu em uma moita, no jardim. O Batalhão de Polícia Militar do Distrito Federal (BPMA) foi acionado para fazer o resgate.
Ao Correio, o dono da casa, o aposentado Mario Soares, 69 anos, detalhou o momento em que percebeu a presença da jiboia. “Estava com meu neto na piscina quando, de repente, vimos os passarinhos dando rasante e fazendo alarido. Quando olhei, já vi a cobra se rastejando. Coloquei meu neto para dentro de casa e chamei o batalhão.”
Dois militares conseguiram capturar a serpente, que chegou a escapar por duas vezes da pinça utilizada para puxá-la. Após conseguir levantá-la, a jiboia foi colocada dentro de uma gaiola. O momento foi registrado pela equipe. “Como ela estava em excelentes condições, foi solta no habitat natural, longe das residências”, contou o major do BPMA Souza Júnior.Apesar de garantir que a presença da jiboia não causou medo aos que estavam na casa, Mário afirma que vai fazer de tudo para evitar uma segunda aparição. “Vou dar uma geral no jardim. Tirar todas as moitas para manter as cobras longe”, garantiu.

Loba em Planaltina

Um outro animal silvestre também andou transitando pela cidade, na noite de domingo (20/1), desta vez em Planaltina. Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), uma fêmea de lobo Guará foi vista por populares, que chegaram a pensar que seria um cavalo atravessando a rua.
A loba estava mexendo nos lixos de casas da região, quando foi reconhecida pelos moradores, que acionaram o Batalhão Ambiental.  Os policiais demoraram 40 minutos para realizarem o resgate do animal, que estava em um terreno baldio na Estância 1, módulo D. Após verificar que a loba estava bem, foi devolvida a uma mata distante das casas.  Fonte: Portal Correio Braziliense

Veja Também