• domingo , 9 dezembro 2018

Iphan aprova projeto de reconstrução de viaduto no Eixão Sul, em Brasília

Governo teve de apresentar segundo desenho; instituto disse que o primeiro feria o tombamento. Local está isolado desde fevereiro.

Parte do viaduto Galeria dos Estados, no Eixão Sul, desabou na região central de Brasília, sem deixar nenhum ferido. Duas das três vias que seguem no sentido sul despencaram. O Eixão Sul teve o trânsito interrompido nos dois sentidos (Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo)

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Distrito Federal (Iphan) aprovou nesta quinta-feira (24) o novo projeto para reconstruir o viaduto do Eixão Sul, em Brasília. Este foi o segundo desenho apresentado pelo governo.

Com isso, o governo fica autorizado a fazer a licitação para reconstruir a obra. O local da queda do viaduto está isolado desde o dia do desabamento, em 6 de fevereiro.

O primeiro desenho apresentado pelo GDF tinha sido barrado porque o Iphan entendeu que ele feria o tombamento da cidade, uma vez que o tamanho dos pilares do viaduto era diferente do original.

De acordo com o governo, o desenho novo é um “meio termo” entre o desenho original do viaduto, defendido pelo Iphan, e a versão inovadora apresentada inicialmente.

Acesso negado

 O governo do Distrito Federal, sem respaldo da legislação, negou o compartilhamento da informação.

A lei distrital que regulamenta o assunto, de 2012, prevê que o poder público deve “autorizar ou conceder o acesso imediato à informação disponível”.

Apesar disso, o governo diz estar “avaliando” a demanda feita pela reportagem. Até as 15h desta quinta, nenhum detalhe do novo desenho do viaduto da Galeria dos Estados tinha sido divulgado.

Veja Também