• sábado , 20 janeiro 2018

Intel e AMD anunciam os primeiros chips Core i5 e i7 com gráficos Radeon

Intel e AMD formam uma das maiores rivalidades que a indústria da tecnologia viu em sua história. Por isso, o anúncio de uma parceria entre as duas companhias pegou o mundo de surpresa em novembro. Agora essa união inusitada deu origem aos seus primeiros produtos: dois processadores da linha Core com gráficos Radeon.

A ideia dos novos chips, que compõem a oitava geração de processadores Core da Intel, é trazer para os laptops capacidades que antes requeriam uma placa de vídeo dedicada. Com os novos i5 e i7, a Intel dispensa sua GPU integrada, tradicionalmente incapaz de realizar tarefas mais pesadas, e abraça a RX Vega M da AMD.

O resultado disso pode dar origem a notebooks com poder suficiente para jogos mais parrudos sem forçar o laptop a ser gigante para abrigar sistemas de resfriamento exagerados. Não à toa, a Intel posiciona seus novos processadores como uma alternativa ao design Max-Q introduzido pela Nvidia no ano passado, que permite laptops para jogos bastante potentes e finos (ainda que bastante caros).

Desta forma, o novo módulo da AMD será incluído nos processadores da série H, dedicado aos chips mais parrudos produzidos pela Intel, que convencionalmente são associados a placas de vídeo dedicadas da Nvidia. Com os novos chips, a Intel ganha uma alternativa produzida internamente.

Agora é questão de saber como esses novos processadores serão aproveitados. As empresas ainda não anunciaram nenhum notebook que faça uso dos chips, mas é possível esperar a tecnologia aparecendo em breve em laptops profissionais e voltados para jogos.

Veja Também