• domingo , 27 Maio 2018

Idosos atropelados no DF haviam acabado de celebrar 50 anos de casados

Evaldo Augusto da Silva e Dulcineia Rosalino da Silva fizeram cruzeiro marítimo com parentes no fim de 2017. Casal era atuante em igreja no Lago Norte.

O casal de idosos vítima de um atropelamento fatal no Lago Norte, no Distrito Federal, havia voltado há apenas duas semanas de uma viagem na qual comemorou 50 anos de casamento. Evaldo Augusto da Silva, 75 anos, e Dulcineia Rosalino da Silva, 72, participaram de um cruzeiro marítimo com cerca de 20 integrantes da família.

As vítimas frequentavam a Paróquia Nossa Senhora do Lago, na QI 3 do Lago Norte, localizada a 3km da casa onde moravam, e eram conhecidas por terem participação atuante na comunidade religiosa. Os dois nasceram no interior de Minas Gerais – ele, em Uberlândia; ela, em Araxá –, mas fizeram a vida em Brasília.

Evaldo e Dulcineia morreram no início da noite desta quinta-feira (18), depois de terem sido atingidos por uma Mitsubishi ASX na altura da QI 10. O acidente ocorreu por volta das 19h40, e os dois idosos morreram no local. Segundo o Corpo de Bombeiros, o velocímetro do veículo ficou “travado” em 120 km/h – o dobro da velocidade da via, de 60 km/h.

Uma entrevista coletiva foi marcada para as 11h desta sexta, na 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte), na qual o estado da investigação será atualizado.

Motorista estabilizada

A motorista do carro que atropelou as vítimas está estabilizada na sala vermelha da área de traumas do Hospital de Base do Distrito Federal. Ela tem 50 anos e sofreu ferimentos na cabeça, no tórax e na perna. Não há indícios de consumo de álcool. Até o início da manhã desta sexta-feira (19), a família ainda não havia pedido a transferência para um hospital particular.

Imagens da câmera de segurança de uma casa no Lago Norte flagraram o atropelamento que matou os dois idosos. A gravação, mostra que o carro aparentemente tentou frear, quase atropelou um casal antes, mas acabou batendo no casal logo em seguida.

Veja Também