• segunda-feira , 18 fevereiro 2019

Ibovespa fecha em baixa após recordes; dólar permanece quase estável

Segundo especialista, muitos acionistas aproveitaram o dia para realizarem lucros. Bancos fecham em queda e Vale em alta

Momento mais esperado da semana é o discurso de Jair Bolsonaro em Davos (AFP/VEJA)

A Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em pequena queda de 0,09%, em 96.009,77 pontos, após dois dias seguidos de recorde, nesta segunda-feira, 21. Em seu maior ponto, a bolsa atingiu 96.092,61 pontos, e em seu menor 94.862,85 pontos. Entre os destaques positivos estão a Localiza (3.59%), Suzano (2.77%) e a Vale (0.95%). Dia foi marcado por ceticismo no cenário externo, e muitos acionistas querendo realizar lucros. Dólar fecha em alta de 0,07%, com os mercados dos EUA fechados.

Com os recordes da semana passada, e sem muitas novidades no cenário interno, hoje foi o dia para os acionistas realizarem o lucro, através das vendas de ações, segundo Álvaro Frasson, analista da correta Necton. Para ele, o grande acontecimento da semana é o discurso do presidente da República Jair Bolsonaro, a ser realizado nesta terça-feira, 22, no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.“É importante observar qual a percepção que o estrangeiro vai ter dele. Tem gente com o dinheiro engatilhado para investir no país, mas que pretende conhecer antes quem é o Bolsonaro”.

No cenário externo o dia também foi sem grandes novidades. Devido ao Dia de Martin Luther King, os mercados ficaram fechados nos EUA. A China  divulgou os resultados de seu Produto Interno Bruto (PIB) de 2018 – 6,6% – valor dentro do esperado. Já na Europa, o cenário externo mostro-se mais cético quanto ao Brexit, em dia de apresentação de um novo projeto pela primeira-ministra, Theresa May.

O resultado da China ficou dentro do esperado e as bolsas europeias caíram um pouco, por causa do Brexit”, conta ele.

Entre os destaques negativos estão os bancos. As ações ordinárias do Itáu Unibanco tiveram baixa de 0.82%, do Banco do Brasil de 0.54%, e do Bradesco de 1.73%. “Com as pessoas realizando lucros, isso é normal”, explica Frasson.

A Vale foi um dos destaques positivos, com alta de 0.95%. “É uma empresa com peso muito significativo. Uma pequena alta já joga o índice para cima”, relata.

Dólar quase estável

Com os mercados fechados nos EUA, o dólar comercial fechou em alta de 0,07%, no valor de 3,759 reais. Fonte: Portal Veja

 

Veja Também