• quarta-feira , 14 novembro 2018

Homem mata mulher e comete suicídio em seguida na Asa Sul

Elson da Silva, que usou uma arma de fogo para cometer o crime, chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, mas morreu no local

O crime aconteceu no quarto do casal. Com eles moravam os filhos e a mãe da mulher
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A. Press)

Um homem de 39 anos matou a companheira, Romilda Souza, 40, e depois tirou a própria vida nesta terça-feira (6/3), em um apartamento no Bloco C da Quadra 406, na Asa Sul. Elson da Silva, que usou uma arma de fogo para cometer o crime, chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, mas morreu no local.

De acordo com a Polícia Militar, o casal tinha dois filhos, de 3 e 4 anos. A mãe de Romilda também morava no apartamento. As crianças estavam em casa, mas, segundo a PM, não presenciaram o momento. A avó desceu com os netos para a casa de uma vizinha. A PM isolou a área para perícia.
Os vizinhos se assustaram com o barulho dos disparos. Um morador que não quis se identificar disse que ouviu os tiros, mas achou que fosse algo na banca de jornal que existe na quadra e está abandonada.
Os bombeiros foram acionados por volta das 20h58. Os dois corpos foram encontrados no quarto das vítimas, ambos estavam vestindo pijamas. A Polícia Militar não soube informar se ele tinha posse de arma.

(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press )

De acordo com o síndico do prédio, Paulo Melo, Romilda era funcionária do Sebrae e tinha uma casa lotérica, onde Elson trabalhava. “Ela era supertranquila. Tinham acabado de reformar o apartamento porque estourou uma tubulação. No dia em que o cano rompeu, ela estava viajando e o marido foi quem conversou comigo, bem calmo, resolvendo a situação”, contou.
Segundo informações preliminares da Polícia Militar e da Polícia Civil, o casal estaria se separando por causa dos ciúmes dele.

 

Veja Também