• segunda-feira , 18 fevereiro 2019

Homem de 43 anos sofre parada cardiorrespiratória em agência do INSS

A comoção com o estado de saúde do homem levou outras pessoas a passarem mal

O homem passou mal na agência do INSS da 502 Sul
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

Um homem de 43 anos sofreu uma parada cardiorrespiratória enquanto aguardava atendimento na agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) da 502 Sul na tarde desta quinta-feira (24/1). Hermenegildo Santos Soares foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros (CBMDF), que realizou as manobras de ressuscitação cardiopulmonar. Com os sinais vitais restabelecidos, ele foi encaminhado ao Hospital de Base.
Hermenegildo estava na agência para passar por perícia médica ao meio-dia. O laudo médico atestou a concessão de aposentadoria por invalidez, entretanto, foi constatado no registro do homem que ele não tinha qualidade de segurado, pois não era contribuinte.
O médico que atestou a invalidez solicitou que o requerimento de auxílio-doença fosse revertido para o Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social, destinado a pessoas de baixa renda. Enquanto aguardava o novo atendimento, Hermenegildo sentiu-se mal e sofreu a parada cardíaca.
Com a comoção do socorro, outras pessoas também se sentiram mal. Uma senhora, que esperava ser chamada, chegou a desmaiar, mas foi atendida no local e não precisou ser encaminhada à unidade de saúde.
Em nota, o INSS afirma “que o segurado foi prontamente socorrido pela equipe de peritos médicos da unidade, que acionou imediatamente o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que levou o segurado para atendimento em unidade hospitalar”. O órgão também informou que Hermenegildo havia acabado de receber alta, na quarta-feira (23/1), de uma internação, mas não detalhou qual era o problema de saúde dele. Fonte: Correio Braziliense

Veja Também