• sábado , 20 janeiro 2018

Habita Brasília: Codhab inicia seleção para o Aluguel Legal

Mais de 4,4 mil idosos habilitados devem indicar se desejam participar da modalidade. Relação de nomes está disponível no site da companhia

FELIPE MENEZEZ/METRÓPOLES

O Aluguel Legal, um dos eixos de atuação do programa Habita Brasília, atenderá habilitados da lista de atendimento habitacional. A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab) iniciou a primeira seleção — de idosos — para o benefício.

Todos os 4.440 habilitados com 60 anos ou mais podem manifestar interesse em participar da modalidade. A relação de nomes pode ser consultada no portal da Codhab, na aba Habitação em Lista de candidatos por situação.

Para confirmar a inscrição, o candidato deve acessar o aplicativo da companhia, disponível para Android e iOS, e fazer login. Ao entrar na página inicial, encontrará um termo, no qual o habilitado poderá dizer se quer ou não participar.

Os valores do Aluguel Legal variam de acordo com a renda familiar e o tipo de imóvel (confira no fim da matéria).

Quem for beneficiado por essa modalidade do Habita Brasília poderá permanecer inscrito nos demais programas habitacionais de interesse social, desde que atendam às regras de financiamento.

Caso seja contemplado, o habilitado é transferido de programa, uma vez que é proibido o atendimento simultâneo.

O presidente da Codhab, Gilson Paranhos, explica que o eixo Aluguel Legal foi criado para atender parte dos candidatos que fica prejudicada em razão dos financiamentos com os agentes financeiros. “Essa é uma solução para que possamos atender a população em áreas mais centrais da cidade”, completa.

O Programa Habita Brasília
Dividido em cinco linhas de ação, o Habita Brasília tem por objetivo aliar a necessidade da população, os serviços prestados pelo governo do Distrito Federal e as diferentes alternativas de moradia.

O programa foi lançado em 25 de junho de 2016 pelo governador Rodrigo Rollemberg e é uma iniciativa para diminuir o déficit habitacional no DF.

As cinco modalidades do programa — Lote Legal, Projeto Na Medida, Morar Bem, Aluguel Legal e Portas Abertas — visam atender inscritos nas listas da Codhab.

Apartamento de um quarto – R$ 500

Renda de 1 salário mínimo

R$ 140,55 – morador
R$ 359,45 – Codhab
Renda de 1,5 salário mínimo

R$ 245,96 – morador
R$ 254,04 – Codhab
Renda de 2 salários mínimos

R$ 374,80 – morador
R$ 125,20 – Codhab
Renda de 3 salários mínimos

R$ 500,00 – morador
R$ 0,00 – Codhab

Apartamento de dois quartos – R$ 700

Renda de 1 salário mínimo

R$ 140,55 – morador
R$ 559,45 – Codhab
Renda de 1,5 salário mínimo

R$ 245,96 – morador
R$ 454,04 – Codhab
Renda de 2 salários mínimos

R$ 374,80 – morador
R$ 325,20 – Codhab
Renda de 3 salários mínimos

R$ 700,00 – morador
R$ 0,00 – Codhab

Apartamento de três quartos – R$ 900

Renda de 1 salário mínimo

R$ 140,55 – morador
R$ 759,45 – Codhab
Renda de 1,5 salário mínimo

R$ 245,96 – morador
R$ 654,04 – Codhab
Renda de 2 salários mínimos

R$ 374,96 – morador
R$ 525,20 – Codhab
Renda de 3 salários mínimos

R$ 702,75 – morador
R$ 197,25 – Codhab

Veja Também