• sexta-feira , 20 Abril 2018

Foto do WhatsApp é usada para identificar impressão digital de criminoso

Polícia comparou registro da imagem com outras evidências

São Paulo – Uma foto enviada por WhatsApp foi usada por autoridades para identificar a impressão digital de um criminoso. O caso aconteceu em Gales do Sul e o registro feito na imagem ajudou a polícia local a comparar a digital do traficante de drogas com as demais evidências que já haviam reunido contra ele. As informações são da BBC.

A foto, que mostrava a mão do traficante com um punhado de ecstasy, levou a polícia a deter 11 pessoas e esse é o primeiro caso em que a impressão digital de uma foto ajudou na investigação.

Como aponta o site de tecnologia The Verge, o caso mostra os efeitos da evolução das câmeras dos smartphones, que agora podem até mesmo gerar provas válidas para equipes forenses.

Veja Também