• terça-feira , 19 março 2019

Fórum do TCU apresenta ferramentas úteis para gestão de políticos eleitos

O objetivo é estabelecer uma relação de governança entre unidades da Federação para a gestão privada de planejamento, transparência e monitoramento

O Tribunal de Contas da União (TCU) promove, quinta e sexta-feira, o II Fórum Nacional de Controle, para debater, com os governadores eleitos e representantes do Governo Federal, alternativas para a efetivação de políticas públicas em educação, saúde e segurança pública. O objetivo é estabelecer uma relação de governança entre unidades da Federação para a gestão privada de planejamento, transparência e monitoramento.
O futuro mandatário do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), confirmou presença. Responsável pela organização do fórum, o ministro Augusto Nardes, do TCU, afirma que as ferramentas de governança que serão apresentadas no encontro poderão auxiliar o governo do emedebista na capital federal. “A gestão de Ibaneis pode ser transformadora. O desafio dele é muito grande, porque o deficit do DF está em torno de R$ 3 bilhões a R$ 5 bilhões por ano. Com as ferramentas que temos, ele saberá o que está acontecendo e terá uma sugestão de quais medidas têm de ser tomadas imediatamente.
Nardes vai realizar um curso de capacitação com todo o primeiro escalão do governo de Ibaneis, em 5 de dezembro. O encontro, de três horas de duração, tem o intuito de apresentar a metodologia usada para a criação de políticas públicas e seu monitoramento. “O Estado é um dificultador, cria muita burocracia. Queremos um Estado com políticas públicas transversais, que sejam efetivas. O curso vem neste sentido de sugerir a aplicação de uma metodologia que transforme o governo em um facilitador e organizador”, defende o ministro.
Para abastecer os governos de dados, o TCU realizou mais de 500 auditorias em todas as áreas da União e criou um estudo que mostra as falhas das políticas públicas implementadas, além de indicar correções. Os índices serão apresentados nesta quinta-feira, primeiro dia do fórum. Fonte Correio Braziliense

Veja Também