• terça-feira , 12 dezembro 2017

Feriado tem programação cultural que vai de Marina Lima a Jojo Todynho

De funk a lançamento de livro, o feriado tem programa para todos os gostos

 
Em sua reta final, 2017 terá ainda dois feriados em dias úteis que servirão para prolongar a sensação de agito do fim de semana na capital federal. O penúltimo será amanhã, o feriado distrital que celebra o Dia do Evangélico. A pausa no meio na semana terá uma programação cultural na cidade com opções de shows, festas, lançamentos de livros e espetáculos.

O funk será o ritmo da véspera e do feriado em Brasília.  Jojo Todynho e MC Livinho estarão na cidade para comandar as festas Boca loca e Festa da véspera, respectivamente. Sensação do funk paulista atual, Livinho se apresenta hoje, a partir das 22h, na Bamboa Brasil. Conhecido pelos hits Fazer falta e Cheia de marra, o cantor chega embalado pelo sucesso da mais nova faixa, Cheguei para te amar, parceria com Ivete Sangalo. Lançado em 27 de outubro, o clipe da música tem no YouTube mais de 10 milhões de visualizações.

O funk de Jojo Todynho

Menos de um mês de sua última apresentação em Brasília, Jojo Todynho está de volta, desta vez, como a atração principal da balada Boca loca, que será amanhã, às 22h, no Outro Calaf. A carioca se tornou famosa como youtuber até que decidiu, neste ano, seguir o lado funkeira com o lançamento do primeiro single, a faixa Sentada diferente, com DJ Batata. Jojo também participou do clipe de Vai, malandra, última canção do projeto Check Mate, da cantora Anitta.

Dupla Zé Neto & Cristiano

Marina Lima no T-Bone

Quem busca aproveitar o feriado com outros estilos musicais também tem opção. A música caipira será o gênero de show Nesta quarta (29/11), às 21h, no Parque de Exposições de São Sebastião, com presença das duplas Zé Neto & Cristiano, donos dos hits Amigo taxista e Seu polícia, e Juan Marcus & Vinicius. Do DF, os dois últimos se lançaram neste ano no mercado sertanejo após um período atrás dos palcos como compositores. O principal sucesso da dupla é a faixa Solinho, gravada, inclusive, com participação de Zé Neto & Cristiano, uma espécie de padrinhos.
Amanhã tem mais uma edição da Noite Cultural T-Bone, a partir das 20h, com show da cantora Marina Lima. Destaque na geração dos anos 1980, a também compositora carioca fará apresentação baseada no mais recente álbum, No osso — Ao vivo, de 2015. Completa a noite a Banda Strobo, o duo está na ativa desde 2011 e gravou com Marina Lima a faixa Vingativa.
 
Cultura em destaque
O teatro e a literatura também terão vez no feriado do Dia do Evangélico. Em cartaz na cidade desde a semana passada, o ator Luis Lobianco volta a encenar amanhã o espetáculo Gisberta, no Centro Cultural Banco do Brasil. A peça, que segue em cartaz até 10 de dezembro, é um drama baseado na vida da trans Gilberta, uma brasileira que foi vítima de preconceito em Portugal há mais de 10 anos.
Nesta quarta (29/11), às 21h, o projeto Riso solto terá mais uma edição na Bamboa Cozinha Bar. Com apresentação de Rodrigo Daher, o convidado da noite é o ex-atleta, apresentador e humorista Marcelo Oliosi, mais conhecido como Smigol, que fará uma apresentação de stand-up comedy.

O escritor manaura Milton Hatoum desembarcará em Brasília para lançamento de seu mais novo livro, A noite da espera. O evento será amanhã, às 18h30, no Bar Beirute, da Asa Norte. A obra se trata do primeiro volume da série O lugar mais sombrio e é um romance que retrata a formação sentimental, cultural e política de um grupo de jovens em Brasília nos anos 1960 e 1970.
Momento de debate
Em sua quinta edição, o Simpósio de Crítica de Poesia terá programação hoje, a partir das 18h, no Auditório do Beijódromo. A abertura será com a palestra de Júlio Cesar Valladão Diniz, decano de Humanidades da PUC-RJ, com o tema “Corpos, vozes e imagens na cidade polifônia — Música popular e as representações da violência”. O debate terá medição de Maria da Glória Magalhães, representante da linha de pesquisa “Literatura e outras artes” da Universidade de Brasília (UnB). Às 19h, o evento conta com o espetáculo poético e musical Contando e cantando a canção: De 1960 aos nossos dias, com performers e músicos do Grupo Vivoverso. A entrada é franca e as inscrições,  a partir das 17h30.

Veja Também