• quinta-feira , 13 dezembro 2018

Faculdade recebe Temer em evento e diz que protestos não serão tolerados

“Vale ressaltar que é de extrema importância a educação para com o Presidente, possuindo sempre uma postura exemplar de respeito. Sendo assim, protestos dentro da faculdade não serão tolerados”, diz em text

Em nota que informa aos estudantes que o presidente Michel Temer participará de evento na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em São Paulo, nesta sexta-feira (4/5), a instituição alerta que protestos dentro da faculdade não serão tolerados.
“Vale ressaltar que é de extrema importância a educação para com o Presidente, possuindo sempre uma postura exemplar de respeito. Sendo assim, protestos dentro da faculdade não serão tolerados”, diz o texto.
Temer vai participar, às 10h45, da sessão de encerramento da apresentação do relatório “Riscos em Negócios Internacionais”, sobre a globalização de empresas. A publicação, desenvolvida por alunos e professores do curso de Relações Internacionais da ESPM, começou a ser produzida há um ano.
A nota oficial da instituição foi originalmente publicada na noite da quinta-feira (3/5), pelo Diretório Acadêmico Guerreiro Ramos no Facebook. A atlética da faculdade também divulgou a nota oficial, mas a excluiu em cinco horas depois, após dezenas de comentários criticando a publicação. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da faculdade, mas não obteve reposta até a publicação desta matéria.
Alunos e ex-alunos da faculdade criticaram a publicação nos comentários. “Como que chamava mesmo aquela época que proibiam protestos no ambiente acadêmico?”, questionou uma aluna, referindo-se ao regime militar. Uma estudante sugeriu um boicote ao evento. Outro compartilhou a carta de princípios da faculdade, que, entre outros pontos, prega a defesa do “respeito ao cidadão, a liberdade de expressão e a ética nas relações”.
O convite a Temer foi feito há mais de um mês. Sem reposta oficial, a organização do evento chegou a pensar que ele não participaria. Nesta semana, no entanto, o cerimonial da Presidência da República entrou em contato com a instituição determinando os protocolos que deveriam ser seguidos para recepcionar a comitiva de Temer.
Para receber o presidente, entre outras coisas, a rua que dá acesso à faculdade terá de ser fechada pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a passagem que dá acesso ao auditório, isolada. Temer deverá conceder uma rápida coletiva após o final do evento.

Confira a íntegra da nota da ESPM:

“Alunos e alunas, 
 
Amanhã receberemos na ESPM o Presidente da República, cuja presença engrandece o trabalho desenvolvido por alunos e professores da RI, sobre o Risco de Negócios Internacionais. 
 
Por se tratar da autoridade máxima do nosso país, alguns protocolos foram impostos pela segurança federal, os quais irão alterar fluxos e rotinas de alguns dos nossos espaços. 
 
Vale ressaltar que é de extrema importância a educação para com o Presidente, possuindo sempre uma postura exemplar de respeito. Sendo assim, protestos dentro da faculdade não serão tolerados.
 
Assim, todos os alunos deverão estar com suas respectivas carteirinha de identificação ESPM, para acessar as dependências da Escola. 
 
O fluxo de entrada de veículos ao estacionamento não será possível entre 9hrs e 13h, pois estará bloqueado. 
 
Agradecemos a compreensão. 
 
Diretório Acadêmico Guerreiro Ramos 
 
ESPM
 
PS: Nota escrita pela diretoria da ESPM”

Veja Também