• quarta-feira , 17 outubro 2018

Estado de emergência por risco de queimadas é decretado no DF

Situação prevê compras emergenciais para combater incêndios florestais. Medida vale até novembro.

Área de cerrado queimada na Floresta Nacional de Brasília (Foto: Káthia Mello/G1)

O governo do Distrito Federal decretou estado de emergência ambiental por conta do risco de incêndio florestal. A medida foi publicada nesta quinta-feira (19) e vale até novembro deste ano. A determinação prevê que sejam adotadas medidas necessárias para minimizar a quantidade de casos e as consequências.

Com a situação de emergência, a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros e outros órgãos públicos e poderão fazer compras emergenciais, sem licitação, para combater queimadas. Os servidores também ficam autorizados a fazer horas extras.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o período de seca vai de maio a setembro, mas a situação tende a ser mais preocupante em junho, julho e agosto, quando quase não há registros de chuva.

Texto publicado no Diário Oficial que instaura estado de emergência no DF (Foto: Reprodução)

Veja Também