• segunda-feira , 18 fevereiro 2019

Epic Games é alvo de mais um processo por causa de dança em Fortnite

O jogo Fortnite está envolvido em mais um processo por conta de suas danças. Dessa vez, a mãe de uma criança conhecida como “Orange Shirt Kid” (Criança da camisa laranja, em tradução livre) entrou com uma ação contra Epic Games por violar os direitos autorais dos passos do seu filho. O caso, contudo, parece ser bem diferente do que o envolvendo o ator Alfonso Ribeiro, de “Um Maluco no Pedaço”.

De acordo com a publicação do Engadget, a dança que motivou o processo contra a Epic Games é chamada no jogo de “Orange Juice” (Justiça Laranja). Inicialmente, o movimento foi submetido pelo filho da americana Rachel McCumbers para um concurso da própria desenvolvedora de Fortnite, mas não foi selecionado. Entretanto, a passo acabou incluído no jogo após uma petição online.

Segundo as regras do concurso de danças da Epic Games, os criadores deveriam abrir mão dos direitos autorais de suas danças e nem esperar remuneração por elas. A ação aberta pela americana, contudo, ignora esse fato e sugere que a dança foi selecionada fora das regras da competição, uma vez que o seu filho não venceu. Além disso, os tweets da criança enviando a dança para a Epic Games e comemorando o resultado foram deletados.

A ação diz ainda que a criança continua a usar a dança e o bordão “Também é um ótimo exercício físico”, também incluso no jogo, comercialmente de forma “bem-sucedida”. O ação disse ainda que a criança foi obrigada a deletar suas contas no Instagram e YouTube por conta de uma onda de cyber bullying. Por fim, há acusação de que a Epic Games lucra com o movimento, ainda que este seja distribuído gratuitamente em Fortnite.

Onda de processos contra “febre” do momento

Desde dezembro, a Epic Games tem sofrido com sucessivos processos por conta das danças de Fortnite. Inicialmente, o ator Alfonso Ribeiro abriu uma ação contra a desenvolvedora por conta dos seus famosos passo na série “Um Maluco no Pedaço”. Em seguida, foi a vez do rapper 2 Milly e do autor do meme “Backpack Kid” abrirem os seus processos.

Chamadas de Emotes, as danças de Fortnite podem ser desbloqueadas tanto gratuitamente, em alguns casos, como através de compras no jogo. Os movimentos, geralmente engraçados ou populares na internet, são bastante usados na sala de espera da partida e logo se tornaram uma das marcas do título. Entretanto, parece que todo o sucesso está trazendo um custo para a Epic Games.

Veja Também